Carol me salvou na blitz

Um conto erótico de Brunim
Categoria: Grupal
Data: 08/03/2007 21:41:10
Nota 8.00
Assuntos: Grupal

Uns 2 meses apos o ocorrido na festa, que relatei no conto - eu eceitei, resolvemos viajar nas ferias para Cabo Frio. Era marco, bem no comeco do mes, e o calor estava brabo.

Demoramos a sair, sendo que pegamos estrada ja eram umas 15 horas. Carol estava deliciosa. Ja estava tomando sol desde de janeiro e suas marquinhas provocantes ficavam a mostra dependendo das roupas e de seus movimento.

Ela estava de shortinho e uma blusinha bem soltinha sem sutia.

Quando chegamos no estado do rio ja era noite e a estrada estava vazia.

Quase chegando na regiao dos lagos, no meio da estrada, longe de tudo, nos deparamos com uma blitz. Quando vi o policial, tentei me tranquilizar, mas como naum havia nenhum carro parado, acho que resolver nos abordar. Fez sinal e eu encostei. Foi quando percebi que havia um posto policial.

Um policial bem alto e magrelo chegou do meu lado pedindo documentacao do veiculo e minha. Entreguei os papeis nas maos do policial. Ele leu os documentos, viu que estava tudo ok e na sequencia explicou que aquela era uma blitz para conter a entrada de armas e entorpecentes do rio de janeiro.

Olhou no meu olho e perguntou se eu estava levando algo comigo, dizendo que se houvesse ele iria encontrar. Disse que era melhor eu entregar, caso contrario o procedimento seria algema, delegacia e tal.

Eu estava levando algo que nao deveria estar ali, no entanto me mantive firme e disse que naum havia nada.

O policial pediu que eu abrisse o porta malas, perguntou qual era a minha mala e a da minha acompanhante. Eu apontei as malas, ele pediu que eu levasse uma e ele carregou a outra.

Entramos no posto policial, momento em que respirei um pouco de ar e pude ver que haviam mais dois policiais conversando dentro da viatura. Entramos em uma sala logo na primeira porta a esquerda. Havia uma mesa grande com uma mini televisao, uma cadeira de um lado e duas do outro.

O policial colocou as duas malas na mesa e abriu a minha. Mexeu em tudo e nada encontrou. Abriu a mala da Carol e a primeira coisa que viu foi um tubo de KY Gel. O sacana pegou, olhou para Carol e perguntou o que era aquilo. Carol disse que era um lubrificante olhando em seus olhos com sua cara de safada. Colocou o KY na mesa e continuou sua busca. Viu micro saias, que fez questao de abrir, levantar e olhar para Carol imaginando alguma coisa. Depois vieram as calcinhas, a pior parte... Algumas realmente eram ate engracadas de tao pequena, fio dental. O filho da puta ficou de pau duro e ate arrumou o cacete na cueca, sem amenor cerimonia. E a Carol estava tranquila, parecia que estava ate gostando, com um sorriso sutil naquela carinha de piranha.

Finalmente encontrou o que queria. E ai a coisa complicou. Pediu que agurdassemos na sala e saiu. Demorou uns 3 minutos e voltaram outros dois policiais, provavelmente os que estavam no carro. Um era branco, bem claro, alto e forte, mas tinha uma cara boa. O outro era um negao cavalo de bigode e cara fechada. Deviam ter uns35 anos.

Perguntaram o que havia ocorrido e resumi rapidamente. O Negao me disse que teriamos que descer ate a delegacia, na baixada fluminense e o carro ficaria apreendido. Mandou o outro chamar o policial que estava la fora e ficamos so nos 3 na sala. Neste momento abri as negociacoes. Expliquei que eramos pessoas do bem, trabalhadores, etc.

O Negao foi direto ao assunto. Disse que quando pegavam alguma coisa, ganhavam um dia de folga e nesse dia faziam um bico de seguranca, quando ganhavam uns 200 reais, cada. Pra quem sabe ler, um pingo eh letra. 600 reais era o preco. Tentei barganhar, mas nao ia ter jeito mesmo.

Disse que nao tinha condicoes de pagar aquele valor, que nem tinha aquilo em grana e eles tambem nao aceitavam cheque. De repente voltou o outro policial e o Negao nos chamou para outra sala, a ultima do corredor, pois la poderiamos conversar melhor.

Fomos os 4. Eu, Carol, o Negao e o Magrelo. La na sala ofereci o que tinha na carteira. 80 reais. Eles disseram que nao dava. Foi quando Carol, que ate entao estava calada, perguntou pro Negao, olhando no seu olho, o que ela poderia fazer para resolver aquela situacao. Ela individualizou completamente a situacao, portanto, o Negao entendeu o recado.

Acho que o Magrelo tinha contado o que viu na mala de Carol para os outros e o Negao simplesmente respondeu: _Tente fazer o melhor que puder...

Carol aproximou-se do Negao e na ponta do pe lambeu seus labios ja pegando no seu pau por cima da calca. Fiquei imovel, naum conseguia me mexer. Lembrei da festa, do que tinha rolado e acabei ficando com tesao. Aquilo era absurdo demais para ser verdade.

Carol foi de se abaixando, ate ficar de joelhos. Baixou o ziper do negao, abriu o botao da calca, baixou a calca. Pegando nas laterais da cueca, foi baixando devagarzinho, e de repente saiu a rola preta. Puta que o pariu, eu pensei, aquilo era sacanagem. O pau do cara era um cacetete preto. Nao era nem marrom, era preto.

Ajoelhada carol abocanhou a cabeca e segurou o resto do pau com as duas maos, uma seguida da outra. Sinceramente, eu ja tinha visto em filme porno, mas achava que era montagem.

Carol se deliciava, chupava e punhetava o pau do Negao, que ja estava brilhando de tao melado. Ai chegou a outra pica. A do magrelo. Puta que pariu de novo. Se nao era maior, era do mnesmo tamanho. Carol enlouqueceu. Nao sabia qual cacete abocanhava. Quando estava com um na boca, punhetava o outro, e vice-versa.

O Negao disse que queria comer a Carol. Deixou ela chupando o Magrelo e sentou-se em um sofa velho. Segurou na base do cacete empinando a vara toda. Quando Carol viu, se levantou e foi direto, deixando o Magrelo a ver navios.

Ficou de costas pro Negao, que deu um belo tapa em sua bunda, Carol gritou: _Ai!!! Ele mandou ela calar a boca. Segurou sua cintura e foi trazendo aquela bunda espetacular em direcao ao mastro. Foi entrando devagar, a carinha da Carol era de chorar. Ela estava de olhos fechados e boca aberta. Foi descendo, descendo, descendo e quendo faltava uns 4 dedos para entrar tudo ela subiu, baixou denovo ate o mesmo ponto e subiu. Ficou metendo assim, mas reparei que o Negao queria afundar tudo e vi quando ele pegou com forca a cintura de Carol e plantou a mandioca preta. Carol ficou quietinha e so suspirou. Rebolou uns 20 segundos e quando saiu, so deu pra ver porra pingado de sua bocetinha e porra jorrando do pau do Negao.

Carol saiu e o Negao se levantou. Subiu as calcas, se arrumou, passou por mim, deu um tapinha nas minhas costas e saiu da sala.

Carol olhou para o Magrelo e viu que seu pau latejava, babava. Ajoelhou no sofa, apoiando as maos no encosto e disse: _Vem senhor policial...

O Magrelo chegou por tras, mirou a bocetinha e meteu a vara. Eu ja nao aguentava mais de tesao, tirei o pau pra fora, passei por tras do sofa e dei para Carol chupar. O Magrelo metia com forca e Carol chupava meu pau olhando nos meus olhos. Batia meu pau em sua cara olhando com cara de devassa.

O Magrelo tentou comer seu cuzinho, mas Carol naum deixou. O filho da puta puxava o rabo de cavalo de Carol, tirando sua boca do meu pau e com a outra mao sentava-lhe tapas cada vez mais fortes. Are que tirou o pau pra fora e gozou nas costas de Carol. Chegou a jorrar porra em seu cabelo. A piranha, ainda ajoelhada no sofa botou a mao na bocetinho e bolinou ate gozar. A bocetinha dela pingava, numa mistura de liquidos dela e dos policiais e eu gozava em sua boca. Mais uma vez ela lambeu tudo e foi para o banheiro de boca cheia.

Eu e o Magrelo saimos da sala, passamos pela outra sala onde estavam nossas malas, me ajudou a guardar tudo e a coloca-las no porta malas.

Enquanto fumavamos um cigarro, eu, o Magrelo e o Negao, Carol se lavou.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
22/10/2011 13:54:33
nossa !! foi demais, o conto de vc´s !! me amarro nesses fetiches !!
09/03/2007 14:27:47
Cara esse conto como fantasia é bom, mas dois policiais com paus enormes, é d+

Online porn video at mobile phone


novinna perdeno. a virgindadecontos eiroticos leilapornxv lindona ponheta imaucontos eróticos brincando de dar bundada no irmãopelego pauzudo nucontos tathy ellencontos eroticos filha 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 aninhosFilha dormindo debruço pai sobe encima come o cumarido se assusta vendo a quantidade de porra que sua esposa derrama no pau do outro caramae deliciosa abusando de garoto a noite insestoSitio moto sobrinho conto eroticopenis grosso e 30 ctm fazendo a menina novinha chora e caga.sangue apois colocar em seu anuasexo mulher e homem laranhando(sexo)conto erotico estuprei minha esposa obriga nossa empregada a fazer sexo comigohomem comendo o noiado de bruço e mulher olhandonuber casa dos contoscache:3A3-3V1yYz4J:gtavicity.ru/tema/choro%20na%20vara%20a%20x%C3%B3linha%20! Conto erotico mãe transando com pedreiro e filho vendo e depois vai querer tranzar com mãexvidio porno comendo a cunhada de fio dental rocho no banhoconto erotico minha esposa arrependido conto erótico gay o riquinho e o favelado 30contos eróticos família roludoquero ver a mulher mais gostosa casada safada do cuzão 2070 e 2017cotos eroticos na qui pausao empurou meu utero berei vim estrelascontos de sexo transando com camareiragostosas da bundonadormindo mae efilha eo pai pornodoidomulheres fazendo porquisse no xvideo marisa chupando meu pauFilme porno pai fudend a filh bem gostoso e gozand na bubutn********* tomando esculacho de pica brutamonte da tardeasmeniasnovinhas.nuaVanessa gemendo gostoso no frango assado com a b***** carnudaxvideos com a mulher. x vidioscom o peito grande e o xiri bruto em portuguesmulhergostosax.comvidepornodoidoesposavadiaTIA MOSTANDO SIA CALSINHAmulhe.bundao.lavado.cu.com.sabao.pornoXVídeos sobrinhas trombada virgemVer garotos com 16 cm de picacontos como meu amigo comeu minha esposatirei a virgindade dela contos eroticos de lesbicasConto enteada com frio foi esquentar padrastro de camisolaseduzi meu vizinho com meu seios sou novinhaa mulher se arreba negao em fim todinho na buceta sua bola entra na bucetacontos eroticos pastor faz irmãzinha chorar com pau grande no prabover videos de modelas a lerem contos de natal com o vibrador emcima da vaginaimagem de prima novinha e pequena mostrando o priquitinho para o seu primo novinhocontos eróticos menina 25 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinho vermelhoXvídeos idosas dengosa filhinha dengosa do papaicontos eroticos gays com internatoxvídio experimenta calçadoconto erotico primo safadohistoria erotica pronhomem gozarHomens roludos fodendo a filha do amigo Astrogildocontos eroticos sobre eu virgem com minha amiga e um vibradoleila peituda p...a porno parrashorts jean adoro usar fio dental afeminado contoscomendo a urma novunha no banhocarolzinha baixinha trepanocontos eroticos escrava plug bomba de clitoriscontos de cú de solteironaContos erótico a calsinha da cunhada noviha cheirava mixocomendo o cu da mulher do corno curras contos eroroticosnegao fode menina sem peitoxvideospornodequatomovimhas fazendo sexo com seus avo tirando as suas roupas vídeo pornô da raçacontos eroticoscu virgembuctao tod c gazandnegao rascando roupa de mulheres brancas page 1 xxxxxcorno brasileiro vendo sua esposa sendo emrrada pelo um picudo