SONHO DE MULHER CASADA!!!

Um conto erótico de CASAL LIBERAL
Categoria: Grupal
Data: 16/02/2009 23:31:31
Nota 9.29

Sou casada há nove anos. Tenhamos uma filha, uma ótima família, um bom emprego, uma boa casa e um bom marido. Nada para reclamar.Eu sempre tive vontade e curiosidade se Garota de programas! Meu no é Michelle tenho 30 a sou Loira 1.68 alt 58 muito bem distribuídos, seios grandes bucetinha toda depiladinha,coxas bem grossas e bumbum enorme...sou casada co um cara super liberal!

Acontece que meu marido gosta de fazer sexo falando coisas picantes ao meu ouvido. Segundo ele, para dar mais sabor ao relacionamento. Em uma das vezes ele me contou um caso que tinha ficado sabendo de um pedreiro que estava construindo a casa de nosso vizinho.

O pedreiro era um negro, feio, peão, daqueles que não se arruma e fica até alguns dias sem se banhar. Mas, o tal pedreiro estava tendo um caso com uma senhora que todo sábado vinha buscá-lo para passar o fim de semana com ela.

Eu perguntei ao meu marido o que uma madame via naquele crioulo seboso? E ele me disse que a mulher além de bonita e chique, era casada. Mas o negão tinha um pênis enorme e era daqueles que agüentava mais de uma hora na transa.

Certamente a madame quer mais do que conforto, quer ser comida de verdade por um macho. Eu achei aquilo nojento e tentei esquecer. Estávamos transando alguns dias depois e de repente meu marido começou a dizer que gostaria muito de fazer qualquer coisa para me ver sentindo prazer.

Que, se eu quisesse, ele arrumaria um negão da rola grossa para me comer. Eu me lembrei da história e disse a ele que nunca mais me falasse sobre isto que eu jamais gostaria de deitar-me com outro homem, fosse quem fosse.

Fiquei alguns dias enfezada para ele ver que eu estava falando a verdade. Eu me casei virgem e o único homem que eu tive foi meu marido, ninguém mais. Eu nunca nem tinha visto um pênis antes, nem por fotografia. Então, eu achava que o pênis de meu marido era grande até demais.

Quando eu disse a ele que estava satisfeita, ele começou a me dizer que eu só estava satisfeita porque nunca tinha visto uma rola grande e grossa. Todas as vezes que ele vinha com essa conversa eu o repreendia e tentava mudar de assunto. Mas, ele não parou mais com isso. Sempre que estávamos transando ele começava a pintar um quadro onde aparecia alguém superdotado e me comia.

Eu vi que não adiantava reclamar e deixei para lá. E ele começou a me falar de contos eróticos que ele lia na internet. Eu pedi a ele que me deixasse ler um. E ele imprimiu um texto onde um esposo era louco de vontade para ver sua esposa transando com um homem bem dotado. Eu percebi que isso se tornou sua principal fantasia. Eu não conseguia me imaginar numa situação desta.

Sexo pra mim é sagrado e sou contra todo tipo de imoralidade. Mas, ele sempre me trazia algum relato semelhante. Então eu comecei a ceder àqueles pensamentos. Comecei a viajar naquelas idéias. Comecei a compartilhar na hora em que ele, no momento do sexo, começava a falar sobre esse assunto. Só que, quando acabava a transa, eu repudiava a idéia e não tocava mais no assunto. Com isso já há uns três ou quatro anos que meu esposo vem tentando me convencer da idéia de transar com um homem da rola grande.

De tanto ouvi-lo, outro dia eu estava no meu serviço, pensando se aceitava ou não a proposta indecente de meu marido, quando um colega novato se aproximou e começou a conversar comigo sobre nossas tarefas.

De repente eu percebi que ele tinha o perfil que meu esposo sempre citava: era um moreno, quase negro, alto forte, coxas grossas, mãos enormes e, sem querer eu me perguntei, será que a rola corresponde ao seu tamanho? - parece que ele leu meus pensamentos, não sei o que fiz, o que mudou em minha expressão, mas ele percebeu e começou a me olhar diferente. Só de imaginar eu estremeci.

Aquilo não deveria acontecer. Em meu emprego, todos os colegas me respeitam bastante. Mas eu deixei-me levar naquele momento. Tive que pegar um documento em um armário próximo onde ele estava e fiz questão de passar bem pertinho. Ele estava em pé, encostado no armário. Eu me abaixei e arrebitei a bunda. Tenho uma bunda grande e seios fartos.

Aproveitei que estava abaixada e abri dois botões de minha blusa. Demorei um pouco e quando me levantei vi que ele estava me comendo com os olhos. Ele passou a mão por cima de sua calça e meus olhos foram arrastados para lá. Havia um volume enorme, parecia que ia rasgar sua roupa.

Começou uma troca de olhares safados. Encarou meus seios e num momento em que eu o descuidei me pegou pela cintura e me puxou com toda força para perto de si e me perguntou bem baixinho se eu era casada. Demorei um pouco a responder e ele me disse: eu sei que és. Pouco importa, tenho um desejo enorme de transar com uma mulher casada.

Você já traiu seu marido alguma vez? - não. Respondi imediatamente. Nunca me deitei com outro homem. Dá-me licença, não quero me envolver. Tentei empurrá-lo, mas estava travada. Quando levantei os olhos para reclamar ele beijou minha boca com uma tara tão grande que me deixou sufocada.

Eu achei que ia dar um troço. Ele quase engoliu minha língua. Eu me esforçava para sair, mas ele não me soltava. Quando me soltou eu cai sentada em uma cadeira que estava próxima a mim. Ele pediu desculpas e foi para o banheiro. Eu fiquei tremendo, com medo que alguém me visse, com sentimento de culpa, de uma culpa que não era culpa. Era uma sensação forte, que eu não havia imaginado.

Passados uns três minutos ele abriu a porta do banheiro que ficava atrás de mim e me chamou pelo nome. Eu virei-me para olhar e ele estava com um mastro enorme na mão. Lembrei-me das descrições que meu marido me fazia de uma rola grande. Lembrei-me que ele me dizia que eu só seria santinha assim enquanto não visse com meus próprios olhos um negão com a rola dura. Fiquei hipnotizada.

Não conseguia nem piscar. O pênis do meu marido era simplesmente a metade daquilo que estava diante de meus olhos. Eu senti medo. Pensei logo que aquilo iria me rasgar. Deu vontade de gritar, de sair correndo. Fechei os olhos um pouquinho para criar coragem de reagir quando senti que ele havia se aproximado bastante.

Ao abrir os olhos estava a dez centímetros do meu rosto. Era grande demais, era assustador, era muito grossa e quando ele puxou a pele para trás apareceu uma cabeça enorme, a pele brilhava de tão dura que estava. Eu fiquei paralisada, tentei me afastar, mas ele deu um passou à frente e encostou-a em meu rosto, começou a passar aquele caralho enorme, com um cheiro forte, cheiro de macho, um cheiro que confundiu meus sentidos.

Ele esfregou em todo o meu rosto, nas minhas orelhas, no meu pescoço, na mina testa e depois se afastou um pouco, pegou minha mão e disse: pega em minha, pega. Sente a espessura. Eu peguei, estava tremendo. Não dava para fechar as mãos no entorno daquele cano de carne dura e macia. Comecei e acariciar.

Uma gotinha transparente saiu da boquinha do pênis. Meu esposo sempre tentou me fazer lamber esse caldinho e eu sou muito nojenta. Nunca lambi. Agora estava saindo bastante, começou a escorrer e a melar aquele vulto. Quando pensei em enxugar com minha blusa ele levantou o meu rosto e passou a cabeça da rola em minha boca.

Me melou, me lambuzou. Comecei a gostar. Mas ainda estava assustada. Tentei parar, tentei levantar. Quando então ele me perguntou se eu havia visto uma rola assim antes. Eu disse que não. Mas que havia imaginado várias vezes. Contei pra ele que essa era a maior fantasia de meu marido, mas que eu nunca havia consentido. Quando ele ouviu isto, não teve mais nenhuma dúvida, partiu pra cima de mim.

Arrancou minha roupa e me disse que não adiantava eu pedir para parar. Se meu marido deseja isto e se eu sonhava com isto, o momento era aquele. Eu chupei aquela rola com tanta vontade como nunca havia chupado em minha vida. E olha que eu sou uma boa boqueteira. Já fiz meu marido delirar várias vezes.

De repente ele me levantou, sentou-me na beira do armário, abriu minhas pernas e começou a me chupar. A língua dele já era suficiente para fazer uma mulher ir à loucura. E, quando eu estava quase gozando naquela língua quente e grande ele se levantou, de uma vez e me penetrou sem cerimônia. Eu quase subi de costas no armário. Era grande demais e eu travei-me de medo. Ele não se importou. Segurou-me, me puxou de cima do armário e, suspensa no ar, ele me penetrou. Eu senti sua rola entrando em mim.

Eu amei meu marido naquele momento. Ele havia me descrito essa situação várias vezes e eu havia me negado até a imaginar. Era gostoso demais. Se eu pudesse filmar para levar para ele assistir. O negão me comia com tanta voracidade que eu comecei a suar. Eu me senti pequenininha em seu colo.

Ele me abraçava com força e me lambia o rosto, me beijava molhado. Eu sempre achei que vomitaria numa situação desta. Sou branquinha e de uma família muito preconceituosa. Aprendi desde criança a sentir nojo de negros. Além do que já vi muitos bastante nojentos. Mas, agora, eu estava adorando. Era gostoso demais.

Ele me colocou no chão, levantou minha perna e a colocou em cima do armário. E por baixo, ele me penetrou. Ficou-me bombando uns cinco minutos. Eu gozei. E quando ele viu que eu estava gozando ele me virou para trás e chupou meus seios. Chupou como se quisesse tirar leite. Ele começou a me morder, e me disse que estava acontecendo uma coisa preocupante com ele.

Estava ficando tarado. Que dali para frente ele não se responsabilizaria por mais nada e sugeriu que ia parar. Eu quase fiquei louca e passei a implorar com muita súplica que ele não parasse. Ele me disse que eu não ia resistir e eu disse que morreria ali, mas não queria que ele parasse. Ele afastou-se bruscamente, me virou de costas, me colocou de quatro em cima de uma cadeira de rodinhas e começou a bater em minha bunda, passar o dedo em meu rego, lamber meu cuzinho, enfiar o dedão em minha vagina.

Só que tudo isto muito rápido, muito intensamente. E eu fui ficando com medo. Ele abriu minha bunda com suas enormes mãos, lambeu meu cuzinho e disse: esse é virgem, que eu conheço. Eu pulei no chão e disse que ele não fizesse isto por que eu já havia feito uma cirurgia de hemorróida e meu anus era muito apertado e eu não agüentaria um rola daquela grossura.

Ele disse que sentia muito, mas que fui eu quem implorei para ele não parar. Puxou-me pelos cabelos me deu uma mordidinha nos lábios e disse: agüenta, rapariga. Posso ir para a cadeia, acusado de estupro, mas não deixo de comer este cuzinho. Me deu outra mordida, agora mais forte, em meus lábios e me virou de uma vez. Pegou-me no colo e me colocou de volta na cadeira. Deu uma tapa na cadeira e a fez girar trezentos e sessenta graus.

Quando a cadeira o parou arreganhou minha bunda novamente, passou a língua várias vezes e com os dedos começou a abrir meu cuzinho. Então ele comentou que nunca tinha visto um cuzinho de uma mulher na minha idade tão lisinho assim. É por causa da cirurgia, a pele foi totalmente extraída e nasceu uma nova pele.

Começou a doer, só de sentir os dedos dele. Ele abriu bem o meu rabinho, deu uma lambidinha, em seguida enfiou a língua, liberou bastante saliva, afastou-se rapidamente e colocou a cabeça da gigante na entrada do buraquinho. Eu travei na hora. Ele percebeu. Pegou meus cabelos, virou minha cabeça para trás, beijou minha boca e meteu. Quando eu tentei gritar, ele tampou minha boca com a sua enorme língua.

Eu estava numa posição que se eu tentasse mexer quebraria a coluna. Estava travada. Ele sabia como fazer isto. Meu esposo havia tentado me torar mais de dez vezes e não conseguia. Eu sempre escapava. Agora não dava mais. Era uma cirurgia sem anestesia. Uma faca me rasgava. Deu para sentir o quanto aquela rola era descomunal. Ele foi empurrando devagar, foi empurrando, foi empurrando, até que eu senti rasgando. Foi uma dor enorme.

Eu me contorci toda. Saiu lágrimas em meus dois olhos. Eu mordi a língua dele. Ele afastou sua boca reclamando e quando eu tentei me livrar ele já estava me segurando pela cintura. Se eu gritasse meus outros colegas viriam, me salvariam, mas seria vergonhoso demais para mim. Eu não tinha opção. E ele começou a me fuder. Num vai-e-vem lento, ele começou a me dar prazer.

O sangue escorreu pela minha coxa. Mas, eu estava dominada. Começou a ficar gostoso. Eu não tinha idéia do quanto eu iria gostar! E ele percebeu que eu relaxei. Então aumentou a velocidade do movimento e foi ficando cada vez mais frenético. Depois de uns três minutos de movimentos ultra-rápidos eu comecei a gozar. Ele, que parecia que estava segurando, soltou-se, e gozou junto comigo. No momento em que gozou ele me puxou para si com tanta força e me segurou bem próximo ao seu corpo que eu senti sua rola lá dentro de mim. Meu orgasmo não queria mais parar.

Se existe orgasmo múltiplo, eu tive. Foi bem extenso e bem intenso. Eu me senti mulher como nunca havia sentido, eu me senti como se pela primeira vez eu estivesse transando de verdade. Agora, quando meu esposo começa a me falar suas sacanagens, eu o beijo mais gostoso e viajo com ele.

Ele pensa que eu estou inventando, indo mais longe do que ele queria. Mas, eu vou, eu sinto aquele mastro do negão em mim, todas as vezes que eu amo meu esposo. E, no dia que eu contar pra ele que o sonho virou realidade, eu duvido que ele vai acreditar.

http://muitogostosa.blogspot.com/ meu blog

[email protected]/ nosso MSN

http://marcuscompani.com/ tenho muitas fotos nesta agencia procure por Michelle

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
24/01/2018 23:28:35
Ei, esse conto é meu. Eu o escrevi e postei em outro site de contos. O site saiu do ar e o conto sumiu. Agora alguém se apossou dele e o publicou aqui. Isso é muito indigno!
11/01/2018 08:44:40
Adorei seu conto a maioria dos homens casados tem esses tipos de fantasia más por causa da sociedades tem medo de serem humilhado mas vcs mulheres maravilhosa que tem curiosidade de centir outra rola pode ter certeza sabendo conversa com seus maridos a maioria vão aceitar como nós homens também imaginamos duas mulheres juntas vcs tem o mesmo direito se homens gostacem de santas a zona não seria tão frequentada por homens casados pensem nisso boa sorte para todas mulheres casadas bjsss 💓
25/11/2017 14:53:09
geraldo olha adorei sabe que venho a dez anos tentando isso todas as vezes que transo com a minha esposa escuto ela falar baixinho vai negrao fode gostoso nunca me encomodei agora ti vemos uma convessa e propus para ela se realmente queria transar com um negrao ele mi chamou de louco mais dias depois me fez uma pergunta se era de verdade disse que sim se eu nao ficaria com ciumes respondi que nao temos um amigo que vai muito em nossa casa e ele e divorciado trabalhamos junto descobri que minha mulher tem tesao por ele nao bem negro so que ele tem 20 centimetro de comprimento e 6.5 de diametro falai para ela que era muito entao ela me deu uma sugestao compra um penes de borracha que eu quero tenar agora ele que transar com meu amigo comigo juntos vai ser uma puta farra to dentro,
30/03/2015 23:14:34
Muiito gostoso de ler esse conto. Gostaria de um contato com vc. Me mande um e-mail.
23/06/2012 17:04:12
nossa adorei o seu conto queria que minha mulher fosse igual a vc
18/06/2012 23:13:01
Gostei, nota dez com certeza
16/02/2010 23:48:09
otimo delicioso só nao gostei da parte q ele te penetrou a força no cuzinho fiquei com dó mas acho q foi bom pra vc curta mesmo aproveite q seu marido é liberal continue escrevendo
01/06/2009 14:57:44
eu gostaria de te comer tambem
15/05/2009 16:28:34
QUER VER SUA ESPOSA TRANSANDO COM UM HOMEM MADURO, RESPEITADOR, CARINHOSO, EDUCADO, BONITO E OUTRAS QUALIDADES, SE TEM ESSA FANTASIA DE VER SUA ESPOSA COM OUTRO HOMEM ,EU SOU O CARA CERTO ME PROCUREM,SOMENTE CASAIS E MULHERES SOMENTE ACIMA DE 30 ANOS E COM O ALVARA DO MARIDO MSN.
15/05/2009 16:27:58
LP
20/02/2009 06:10:54
LP
20/02/2009 06:09:14
Adorei seu relato, as vezes tento falar sobre isso com a minha esposa mais ela é muito travada, gostaria de mais contato contigo
18/02/2009 12:19:42
18/02/2009 12:19:06
muito legal ,minha mulhr esta prestes a encarar um desses,não é negão mas o tamaho parece igual ou semelhantequer entrar em contato conosco pra dar umas dicas pra minha mulher de como aguentar essa tora, ela ainda esta com medo.
18/02/2009 12:12:09
muito excitante
17/02/2009 03:35:44
CARAMBA...ADOREI!

Online porn video at mobile phone


xisvidios anestesiadasa mao que balança a bengacontos eroticos casada lacrimeja de dor no cúcontos eroticos irma separada vem mora comigo comiginecologista contos novinha bucetaencoxada as escurasconto alisando a sobrinha pequenapulheta cueca apertadaContos bi casais bi.gemendo que vai cagar enquanto toma pica no cuxxvideo asadeltaVampiros e lobisomens-Casa Dos Contos EróticosDanielzinho e se mordendo toda de tesão XVídeoconto de sexo porno com meu cachorro pastor alrmao fui por racaoincesto mãe devassa da xana famintaMeu cão ralf me comeu contominha esposa dormindo toda gostosa todaolhadinhaa mao que balança a bengavidios de mulheres tranzando com caes trenados pr fuder elas no youtubexvideos disfarssando bundasogra tara sex dormindisexres grates com filhas e mae trepando o paelevando gozadas de fio dental amarelo zoofilianegras da fo pra pirocudo e chorao xvidio.comXvideo xaZinhoxvideo da tia com medo a som brinha gozado na boca delaAnimando o namorado tristinho xvideosnegao pega moha mulher e fode ela toda sexpono. amugo. come. vabuda. da. namorada. do. amigo. xora. pau. olhaflagrei minha irma traindo seu namorado e chantagiei elavidios pornnou que mae e filha tranza com o meismvideo porno coloquei a minha esposa pra chupa o meu pau em quarto eu dirigiamarido embebeda a esposanega selelepe sex xnxxxividio comendo mocinha tao novinha gue nen peito nao tinhacontos eroticos cheguei casa escorrendo porra cornosbelo sexo sobrinho dormiu na casa da tia de conchinha com ela na mesma camatio negro de 40cm de pau no cu da intiadamaninho pegou no meu priquto contossogra vai vzitar genro entra na pirocsxvideos travestis passando batom e de tamancoXvideos zuzukinhavideo porno de velho comendo nifetinha gostosa no yootubeputaria brasileira posicao papai e mamae pra salvar no celularcontos erotico,meu genro me enrrabou dormindocorno frouxo contostarada nuonibumulher com aberada da buceta toda esticada pra filha vercontos de sexo minha mae sento no meu coloconto erotico gay vovo deu leite pro netinhoWww.contoeroticocomcunhada.com.brconto erotico smartfitgordinho engraçado quer chupar meu pilotando gostoso novinhaassistindo filme porno mulher e se tosou todinhaprono medico tira vigidade ñovihaginecologista dilatando o cuzinho dá mulher pra gozar dentroconto relatando como nao resisti ao pausud e fez sexosobrinha me provocando só de pijaminha porno brasilfrutaporno mulher de quatro com estocadas firme e fortecontoerotico eu namorada mae e tiocontos erotico eu moleque vi minha tia amamentando seu bebesuruba em familia so sexosó loirinha magrinha a pererec do Chacrinhaperfume de cueca empinando a bunda para trás homem de cuecatranzasaovivohomens querendo f**** com mulheres com pau impinadinho dentro da roupaver vidio d padrasto dotado fz sexo com entiado dormindoeu vir a minha meia irmã tranzando e eu nao aquenteieu emcaixando o pinto do amante na minha irma gostozaconto mulher sede a chantagem de garoto tranzardotado engasgando a novinha com seu pau e tapando seu narizcontos de meu pai examinha minha xanabuceta e igual biscoito Perde um e amanXVídeos cara tapeando a mulher baixinha no meio da rua buchudacontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgexvídéo homem agarrar a mulher com outro homem e pegar o cu deleminha mulher e os gemeos bem dotado contos e entai eroticosconto chupou minha bucetinha e pigou vela video do palaso quemozihomem da rolona família inteira numa razão mulherdoce nanda parte cinco contos eroticoscasa dos contos ecomo tornei gaycontos de cú de solteironaContos eroticos bofinho machinhofedelhos tesudoscontos lukinhas22cmconto gay ele se revoltou e tomou todasminha mãe irmã vovó conto eróticocoroa recebendo pica de 30 cm do negão chorando no avental