Os Pedreiros 2

Um conto erótico de Charlesex
Categoria: Homossexual
Data: 28/05/2011 21:15:58
Nota 10.00

No sábado às 8 horas os pedreiros chegaram novamente, já foram entrando e indo direto para a área dos fundos onde estava sendo feita a reforma, não falaram muito, somente um comprimento rápido. Achei estranho mas fiquei na minha. Uma hora depois fui levar uma jarra de suco para eles e ficamos conversando sobre os últimos retoques na obra. Ninguém falou absolutamente nada do ocorrido na semana passada, como se nada tivesse acontecido. Eles me disseram que acabariam por volta das 13 horas, então eu propus fazermos um churrasco, para o almoço, ao que eles concordaram alegremente. Sai para comprar carne. Carvão e as bebidas. Enquanto eles terminavam a obra eu fui preparando o churrasco, e ficamos conversando coisas comuns, do dia a dia, sem nenhuma conotação sexual ou erótica. Eles terminaram a obra e foram se banhar colocaram shorts limpos e ficaram sem camisa, Pedro foi ate a cozinha para buscar as cervejas. Começamos a beber e beliscar uns pedaços de carne. Marcos foi quem quebrou o “gelo”e me perguntou como eu passei a semana, como foi o dia seguinte,se eu estava bem ou tive algum problema. Eu lhe respondi que quando eles saíram eu fiquei do mesmo jeito por mais umas duas horas, ate voltar ao normal e depois fui tomar um banho e dormi ate por volta das 10 horas da manha do outro dia. Quando acordei mal podia andar, estava tudo doendo. Eles riram do jeito que eu relatei, e eu comentei que tinha sido uma loucura que eu nunca tinha feito aquilo e que estava morrendo de vergonha. Pedro então me perguntou pegando em seu pau se eu estva com vergonha ou com tesão. Vi que seu pau começou a endurecer e passeia língua nos lábios, ele entendeu o recado e retirou o short, sua vara saltou e eu fui em sua direção já levando minha boca e iniciando um maravilhoso boquete. Marcos veio por trás de mim e retirou minha bermuda, revelando minha bunda e meu cuzinho já piscando de vontade de mais uma vez receber aquele mastro dentro dele. Ele abaixou e meteu a língua dentro, isso me levou a loucura, nunca tinha experimentado uma chupada no cu antes. Ele vendo que eu já estava abrindo as pernas, tirou a roupa e foi enfiando aquela cabeça enorme em meu buraquinho. Gemi de dor e de prazer enquanto ele me rasgava ao meio. A cada estocada que Marcos me dava eu engolia um pouco mais do pau de Pedro. Quando percebi ele já havia enfiado tudo e suas bolas batiam em minha bunda fazendo um barulho que me deixava louco, eu rebolava naquela pica e pedia mais, não demorou muito Pedro gozou em minha boca, sua porra grossa escorria pelo canto de minha boca e eu para não perder nem uma gotinha passava a língua e lábia, meus lábios e a cabeça de seu pau. Marcos ficou bombando por mais uns 5 minutos mas que pareciam uma eternidade, disse que não era hora de gozar e retirou o pau de meu cuzinho e levou ate minha boca para eu limpa-lo lambi tudo como ele mandava. Quando terminei Pedro já estava com uma garrafa de cerveja na mão e dando uma para mim e outra para seu amigo, ficamos bebendo e comendo um pouco do churrasco, mas na verdade eles queriam era comer outra coisa, bebemos umas 6 cervejas e estávamos ali pelados e com os paus a meia bomba. Marcos se levantou e disse que ia no banheiro aliviar um pouco da cerveja, e eu não resisti e disse que ele podia aliviar ali mesmo que não precisava ir no banheiro se tinha um do lado dele, e abri minha boca, ele veio com aquela pica gigantesca e já foi enfiando na minha boa e senti aquele gosto salgado tomando conta, da boca e garganta, era tanto mijo que eu não conseguia engolir e foi escorrendo pelo meu pescoço, Pedro ao ver a cena, se aproximou e começou a mijar na minha cara e no meu peito, me deu um verdadeiro banho. Do jeito que Marcos estava iniciei um boquete, Pedro foi ate a mangueira, ligou a torneira e começou a jogar água em nossos corpos, pedi que trouxesse um sabonete do banheiro, ao que el e obedeceu, trouxe um sabonete liquido e começou a jogar em cima de mim, neste momento os dois começaram a espalhar o sabonete por todo meu corpo, frente e costas, Marcos me colocou deitado na espreguiçadeira de costas e eu podia sentir as quatro mãos massageando todo o meu corpo, fechei os olho se fiquei so sentindo... meu cu começa ser invadido por um dedo, depois dois, três e quatro dedos, entrava e saia facilmente, devido ao tesão e ao sabonete, que fazia o papel de lubrificante. Escuto uns sussurros e logo depois sinto minhas pernas sendo separadas e algo duro invadindo o meu rabo, era a mangueira de água que Pedro enfiou e abriu no meu cu, senti a água gelada invadindo minhas entranhas, segurei ao máximo e após alguns segundos expeli tudo, eles repetiram esta ação por umas 4 ou 5 vezes, senti eles me virando de frente e mais sabonete liquido sendo despejado em meu corpo, as quatro mãos subiam e desciam por todo o meu corpo, um deles pegou no meu pau e começou a mastubar, eu sentia um prazer louco, senti minhas pernas sendo levantadas e meu cuzinho sendo lubrificado, sinto algo entrando, não tive duvidas era a pica de Marcos, ele foi colocando lentamente e bombando ao mesmo tempo que eu era masturbado. Marcos retira sua pica e começa a enfiar um dedo, outro e outro, percebo que ele estava tentando enfiar a mão, gelei! Será que ele iria enfiar sua mão em meu buraquinho...impossível pensei! Senti mais sabonete sendo jogado e esfregado em meu rabo. Os dedos brincavam na porta do meu cu que foi cedendo cada vez mais, quando percebi sua mão já havia entrado, passou o anel e estava atolada em meu cu, senti meu cu fechando em seu pulso e ele fazendo movimentos leves com os dedos dentro de meu buraquinho, senti que ele ia enfiando cada vez mais profundo e deve ter enfiado ate a metade do braço. Foi retirando lentamente, abri os olhos e pude ver sua cara de safado, de prazer e de desejo, estava com um sorriso no rosto que eu jamais vou esquecer. Retirou tudo e senti um vazio dentro de mim. Pedro diz que aquilo foi a coisa mais louca que ele já viu na vida, nunca tinha imaginado que isso era possível, como pode uma mão caber num cuzinho tão apertadinho (????). pediu para eu ficar de quatro pois agora seria sua vez, eu não tinha escolha, ou tinha? Atendi aquele pedido e ele abriu minas pernas, veio colocando três dedos de uma vez, e em seguida fechando a mão foi penetrando, e batendo em minha bunda. Senti ele forçar e começar um vai e vem, sentia ele explorar meu rabo com as pontas dos dedos e já não agüentando mais eu pedi que ele tirasse, pois já estava todo dolorido, ele atendeu,retirou sua mão e disse que eu agora podia me deitar um pouco. Deitei e senti os dois me alisando novamente. Eu também não imaginava aquilo, sentia meu cuzinho piscando e dava para perceber que estava todo aberto. Marcos veio para cima de mim e abriu suas pernas foi abaixando e me deu aquele mastro para chupar, pediu que eu chupasse seu saco e eu obedeci, minha língua ia ate a portinha de seu cu e voltava, de repente, para minha surpresa ele se agacha sobre meu rosto, e me apresenta aquele cu para lamber, eu enfiei minha língua e chupava aquele cu de Macho, nossa que delicia, senti ele se abrindo e eu enfiava a língua. Num determinado momento ele me segurou e praticamente assentou em cima de meu rosto, eu mal podia respirar, tentei reagir, falar algo, mas ele me segurou e agora sentia também as mãos de Pedro me segurando, estava ficando sufocado, quando percebo que ele estava fazendo força para cagar, tento sair de baixo mas era em vão sinto aquele cheiro forte de merda, e ele começa a cagar em meu rosto, meu nariz e boca, me forçava a ficar em baixo dele, senti ainda um jato de mijo em eu corpo e já relaxado e submisso vejo ele se levantar. Fiquei ali parado sem saber o que fazer, meio que em transe, e fui subitamente acordado com um jato de água no rosto e no meu corpo, era Pedro muito “solicito”me dando um banho. limpei meu rosto e meu corpo, dentre outras coisas sentia-me usado, humilhado, arregaçado, estuprado, violado e maravilhosamente realizado. Tomamos um banho de mangueira ali mesmo na área e fomos para o banheiro terminar o banho. Entramos os três no chuveiro e novamente senti aqueles dois machos me dando banho, eles me alisavam com suas mãos ásperas devido ao trabalho duro, um passava o sabonete para o outro e com muito cuidado limpavam e massageavam cada milímetro de meu corpo, Marcos disse que agora era hora de eu gozar, e pegando em meu pau começou a me masturbar, em poucos segundos gozei e quase que desmaio nos braços de Pedro, este me segura rindo e passando a mão pelo meu cabelo diz que já era o bastante para o dia e que já estva na hora deles irem embora, afinal ele ainda tinha que dar um trato na noiva. Saímos do banheiro tentando achar nossas roupas, e após vestidos os dois me ajudaram a arrumar as coisas, paguei-lhes o combinado pelo serviço e quando iam embora Marcos se vira para mim e pergunta se no Sábado seguinte teria “churrasco”, eu lhe respondi com uma risadinha sínica que claro que sim desde que eles trouxessem as lingüiças.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Charlesex a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
01/06/2012 02:13:24
muito bom... deveria continuar

Online porn video at mobile phone


joguei a semana todinha botei ela diminui diminui Me lasqueienema pornô contosmenino de atrasou e pediu carona pra homem sarado na moto pornosexo na fasenda so nas escondidas novinhas e seus tios xxvideocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeClaudia souta nua mostrando a bucetaContos erotico iseto tia e subrinhoporno com vizinha que chega de.mudança coroafilme de zoofilia sofia nozo eterradoEu e meu namorado fizemos sexo na salafui encoxada no culto da igrejatraisao na cozinha muile de camizoloxvideos gordinha bem feitinhaxvideo mobile el capo anjinhasso um pouquínho pornonovinhas pelada da lingua da buceta vantajosa de pernas abertasalva vidas sarado troca troca contosgaysver instoria de susane .. casadas dando a buceta pra outros homensxviido cabelo novilnhamulher toma susto com rola bucetas molouxvideos gostosas esbugalhou os olhos quando o pau grande entrou tudo de uma vezcontos eróticos menina de 25 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinho vermelhonao adianta chorar vou rasgar sua bucetinhaconto meu mestre quer outra escravatendo prazer filhinha youngcontos-eroticos-menina-curiosavideos de encesto frances madrasta e entiado durmindo juntos e ele fica de. pau duro a noite e escosta nela e ela nao recistiyoutube fodendo varias porcas velhas no cio conto erotico futebolcontos erotico papai minha amiguinha q vc arregaça ela tambémnovinho roncano cabaco da novinhafilha a reda causilha e pai empura rolamulher gostosa casada paga dívida de aluguel atrasado grátisconto erotico iniciando viadomulher descuidou d calcinha e foi enrrabada pelo desconhçidomachos suvacos e salivascontos eroticos xvideos clausuraMeus amigos me foderam bebada contosbuçétas buraco grande xvideocontos eroticos foi dar o troco no maridao mas se deu mal grupalcasada foi pra oficina dar pros mecanicosXVídeos vídeo nacional e caseiro mulher dormindo sendo acariciada por saisxxxxvidos filho com medor a mae e a filhacontos eroticos varios homens arrombaram meu cunegrinho fuendu gostoso xvideoscontos meu filho estrupo,meu cu finju dormixvidio mulhe casada coroa fudeno na hora do futibol brasileroumbanda xvideocontos a janara me viu chupando a bucetinha da sofiagarota misterio cdzinhamarido esposa para faser cuingue cuporno pai brincando de fazer cocegas na filhaSodomizando mãe e filha contosxvideos de puta arrolbadasarrano na porta da xoxota xvodioscomtos eroticos reais de casal corno vai pra sauna no centro bh ano do comto 2018melhoor jeito para chupar um cuzinho pornoporno tia da um tapa na cara do sobrinho ele estupra ela brutalmente violentada pelo sobrinho na cozinhaBAIXA VIDEO PORNO APROFESSORA ELIZABETI DA ESCOLA NANDEJAContos eroticos dentistaxvideos entegado de moves bem cabesudo paucontos enrabei um cuzinho gostosocontos vi uma mulher cagando10 mil fotos da buceta da familia sacanadepilando o'pé grosso do genrovidio de peixe chupeteiroconto crente cornoconto porno chupando pica com consentimeto da minha mãe des do berçocontos erotico,meu genro me enrrabou dormindoConto erótico interacial largando o esposo para viver com amante negroContos eroticos bofinho machinholesbicas picando rebolando gozando chupandos colososContos minha esposa negra bundudona no forro eu corno contoconto erótico isentocontos minha sogra proibida minha amante ate hoje.Conto erotico a madame dona da lojaEnpregada sendo encoxada por trs de sainhaporbodoido ledbicaler contos eroticos menagetio violeta sobrinha xvidioxnxx porno gey contos eroticos novinho pegando priminho no riachobaiano chupando clitori e falando besteirasquando ela me pede .me bate com forca me xinga de puta safada vadia eu urrava de tesao.conto erotico incestoSobrenatural-Contos Eroticos zdorovsreda.rumetessao pai e filhasenhora crente saia longa buceta contovídeo de homem se masturbando e g****** no copo e mulher bebendo no café da manhãcontos fio terra marido broxanegao rasgou cu amazinha gritou pornoassistindo filme com a tia e perder pra dica abraçadinho xvideosgaymulhes sexo com cavaloo primo do meu marido me fudeu quando viamos do casamentoWwwx vidio .contirano cabaso preta giucontos eroticas provoquei meu cunhadosogro safado e roludo esculacha nora pornodoido.com