O barbeiro e o fotografo me comeram!!!

Um conto erótico de Calcinha preta rendada
Categoria: Homossexual
Data: 19/08/2013 20:46:39
Última revisão: 23/09/2013 10:53:04
Nota 9.00
Assuntos: Homossexual, Gay

Já me descrevi em outros contos, hoje tenho 36 anos, mas direi apenas que sou moreno, 1,82m mais forte que gordo, sempre depilado e tenho bunda de mulher, bem durinha e redondinha, que fica bem usando uma calcinha, uma grande tara que eu tenha, além de me deixar com tesão adorava me olhar no espelho usando calcinha de lycra e renda. Desde o momento que dei pela primeira vez usando calcinha, não quis mais outra coisa na vida!!!

Quando era novo (18 anos por aí), notava que chamava atenção do fotógrafo, que era cabelo castanho, olhos claros, baixo (1,77) e uns 35 anos, que era meu vizinho, conversávamos como bons amigos, sobre vida, futebol e outros assuntos, todos os dias eu chegava no studio dele, ficavámos conversando sobre tudo. Ficamos nessa um tempão só conversando, eu nem me ligava muito nisso, num verão calor notei que fui um dia de calção mais curto, notei que ele olhava pra minhas coxas, e pedaços das minhas nádegas, nisso ele me diz que tava de pau duro pelo fato de eu ter uma rica bunda e eu vejo um volume nas calças dele que eram aquele tipo de calça social, mas ele não me atacou nem nada, mas ficava contando que gostava de comer um cuzinho e algumas aventuras pessoais, isso me deixava com algum tesão. Passou uns dias fui pra praia uruguaia com minha família, fiquei uns 10 dias, longe da cidade natal, pensando no que podia acontecer na volta, que deixava muito excitado e a coceirinha gostosa que só quem já deu a bunda sabe.

Voltando de viagem fui matar a saudade do amigo e botar o papo em dia, vestindo um short curto e calcinha branquinha rendada com detalhes rosinha pra provocar mesmo, nota e elogia meu bronze, e me dá um abraço mais forte e percebe a calcinha pela marca na bunda, isso no meio da manhã, e notava que ele falava de sexo seguido e via o volume na calça dele, e ao final da manhã, me convida pra ir num quartinho escuro onde ficavam químicos de revelação, dizendo que queria ver minha bunda bronzeada, entramos lá baixei o short, ele ficou maravilhado com bunda e a calcinha bem arrumadinha na medida certa, e começou a beijar minha bunda, minhas costas, e eu louco de tesão, quando vi estava só de calcinha, ele me dá um beijo com muito tesão, começa a me encoxar gostoso de pé encostado num canto do quarto escuro, e eu sentindo aquele pau com uns 18cm, roçando na minha bunda,e mais a lycra dando tesão, ele gemendo e dizendo "que rica bunda, que coisa gostosa" e eu também, vendo que fiquei com tesão piscando o cuzinho, tira a calcinha e passa cuspe no pau dele e começou a forçar de leve na porta do meu cuzinho, eu com a coceira a mil, notando isso começou a botar bem devagarinho, e com habilidade rara, quando vi já senti um ardume inicial, reclamei um pouco, me mandou relaxar e jogar a bunda pra trás, depois disso foi só prazer e aquela coceirinha gostosa, ele bombando bem devagarinho, e gostoso, dizendo que tava enlouquecido com minha bunda e mandando eu empinar mais ela, nisso começou a bombar mais rápido, e dizendo que ia gozar, e gozou muito, nisso eu gozei junto com ele, nossa que tesão, nos demos um selinho e fizemos a higiene pessoal. Depois dessa, eu ia todos dias lá no horário combinado, se eu não dava a bunda pro meu fotógrafo, fazia um boquete bem gostoso pra ele gozar na minha boca.

Tempos depois, ele me diz que um barbeiro, que era moreno e baixo (1,65), tinha uns 50 anos, e adorava um cuzinho também, já grisalho, que tinha seu salão uns três quarteirões do studio dele, tinha muito tesão pela minha bunda e muita vontade de me comer, fiquei envaidecido, afinal notava que ele me cuidava toda vez que passava na frente, depois desse dia com o consentimento do meu macho, passei a caminhar rebolando a bunda vestindo uma calça justa e calcinha rendada dessa vez preta perto da barbearia. Resolvi entrar na fila para cortar o cabelo ao final da manhã, esperou sair o último cliente, ele safado se deu conta do que eu queria, me mandou sentou na cadeira como se fosse cortar o cabelo, e já tirou o pau pra fora e botou minha mão em cima e fui punhetando aquele pau de 16cm, e começa a me me beijar o pescoço, e dizia " vai lá no sótão me dar a bundinha vai", subi lá o ambiente era um motel quase, cama de casal e tudo, enquanto ele passava chave na porta de baixo, eu já esperava ele só de calcinha bem enfiadinha na bunda esperando ele, que já vinha de pau de fora da calça e duro, cheguei e fiz um boquete nele de 5 minutos, ele gozou na minha boca, e eu com o cuzinho piscando, sabia que queria dar pra ele, demos um tempo, ele veio de novo, me beijando e me deitou de bruços com uma almofada por baixo da cintura, arrancou a calcinha com os dentes, cuspiu no pau dele e no meu cuzinho, e começou a meter gostoso, e gemia dizendo "rica bunda, melhor que de mulher", me pediu pra gemer como se fora uma mulherzinha logo atendi, ficou uns 15 minutos, quando senti o pau dele engrossando gozou e me inundou o cú a leitinho quentinho, e gozei junto com ele, dizia ele que queria repetir, eu claro disse que iriámos. Depois desse dia , mantinha caso com os dois, quando tava sujeira (ambos era casados e com família) com um, eu ia pro outro me comer, sempre em horários estratégicos.

Certo dia, o fotógrafo me convida pra irmos tomar um refresco na barbearia à tarde, fui lá, fomos pro sótão, fizemos um menáge, onde eu era a mulherzinha deles, e pedia pra gemer que nem puta, me arrancaram a calcinha vermelha rendada, chupei muito aqueles dois paus, e dei muito a bunda pra eles, tomei porra na bunda, na boca, nossaaaa aqueles dois machos juntos era safados e gostosos, esse dia era um sábado de tarde, fodemos a tarde toda, eles dizendo que eu era a mulherzinha deles, a putinha deles.

Essa foi uma das histórias que tive muito louca, por causa deles, virei uma putinha, só ir com a cara que eu dou, sempre se souber conversar, mas não sou afeminado nem nada, e tento ser o mais discreto possível aprendi ser por essa história ter se passado numa cidade do interior de um estado brasileiro conservador. Depois vim pra capital estudar, aí contarei algumas aventuras na capital que arrumei, espero que gostem...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
20/08/2013 23:48:01
Safadinho hein.

Online porn video at mobile phone


casada fodechamando o nome do comedor porno portuguêscontos eroticos de chofer de madameXvideo mobile priminha brincando delutinhacasa dos contos gay Romance paiContos eroticos a neta da vizinhamulheres tocam siririca com a calçinhadentro. da bucetative que engravidar de um garotão pois o corno não consegue contosbranquinha com bucetao de eguaFoto de pika pulhetando contos comi o cu da minha madrinhaassistindo filme porno mulher e se tosou todinhaxvideoa aventuras anal gay sexo anal ate goza dentro no pelo anal gayXvideo ninazinhaMelissa Contando um xiricontos eroticos meu padrasto cavalocu gostosocontochamou a enfermeira pra cuidar do marido e flagrou trepadacontos eroticos gay x negao 40cmcontos eroticos comendo minha vovozinha na chantagemfilho sentando bambu pornoconto gay o marrento do bairroxivideo com mulhe senta na cosolo e gosa no cutia puta cer rola do sobrim no iotubfotos de homens negros de pau grande e grosso erteroshttp://comto erotico onibus lotado encostando pau na bunda loira gostosa casadaQuadrinhos eróticos meu padrinho pauzudo me comeuputinho brasilero geme muinto dando cuzinho pro amiguinhovideo sexo no labirinto do innerconto rapidinha empregada area serviço bunda paucontos eiroticos leilapornpornodoido mae vagabunda balansando a bunda no pau do filhoconto erotico virei amante do negao por chantagemconto prazer de receber uma punhetinhacontos picantes de amor gaysXVídeos mulher fazendo cocô e 32 no Condorirmalouca pra perdero cabaco pro irmarinsesto com vovozinhas no porbodoidoContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas que chegaram do trabalhoContos eróticos- bem novinha é desvirginada e grita de dorconto erotico entrevistacontos eróticos so sai se euver estabundonaconto erotico tirei a virgidade do meu irmao novinho gayzinhocontos de sexo raspei minha bucetamano nao me tente incesto contosxvideos ela pensou que ele tinha parado de gozar e quase engasgouveterinaria zoofilia conto eroticoxvideos de porno metendo emssaboadominha cunha espero meu irmão sai e mim mandou ajudar a ela a apertar o sutiã e eu a cumei sexocontos casada carentexsvideo de porno casero itiada fudeno com padrasto armadoxvideo do negao do zaisxvideo morena chutinho na ruaquero ver moças de 18 anos de baby doll bem curtinho dentro de casa em movimentocontos eroticos filha 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 aninhoshttp://googleweblight.com/?lite_url=http://zdorovsreda.ru/texto/201611705&ei=QNltk2x8&lc=pt-BR&s=1&m=288&host=www.google.com.br&f=1&gl=br&q=Conto+erotico+2018+crentinha+novinha&ts=1543746924&sig=AFjPxgWZG_SgaqcVY66PgGWBEy20SCgDvwconto pelado filho pai zdorovsredahistoria-erotica de entiado bem dotado fudendo a entiadamulher beijando a mulher na boca pelada no titubearnovinha perdendo a virgindade com negão da trufa muito grandepornodoido cavalona de cinturinha fininhaxvideos fudenu ir critanto fode meu porra com amigo to meu maridomorena deitada para dormir nua e cansada mas seu caozinho nao deixa lanbe sua vagia e ela gstaas munheres transando no banheiro tomando banho com a bucertar meladinhar Xvideos mlheres com a buceta pegando fogo de vontade de da buceta pra mendigo sujoxx video madrata ponheteira na madrugadacontos. depois do jogo fui tomar banho com meu irmao e so punhetaconto erotico funk peladainfermeira escorendo porra 1 minutochupano pau groso na marraxvidio.comcontos erótico minha filha de shortinho curtoconto erotico gay viado desobediente tem que tomar na cara