Katlin: uma escrava sexual

Um conto erótico de Henrique
Categoria: Grupal
Data: 29/08/2014 07:19:57
Nota 8.00

Olá, me chamo Henrique, é a primeira vez que relato uma história sexual minha. Conheci esse site através de Katlin, a menina/mulher com quem tenho encontros há tempos. Este relato é verdadeiro, e vou tentar ser o mais preciso possível nos detalhes.

Bem, moro em Curitiba, num bairro de periferia. Trabalho numa marcenaria há mais de dois anos, e a quase um ano conheço Katlin. A marcenaria que trabalho é proximo a casa de Katlin, onde ela mora com seu namorado, pois quando conheci ela ela havia acabado de sair de casa para morar com o Lucas, seu namorado. Katlin é uma menina muito gostosa, com seus 22 aninhos ela tem um corpo de menina, um rostinho de ninfeta, sempre com um olhar e sorriso malicioso. Ela tem mais ou menos 1,60 ou 1,65 de altura, corpo perfeito, branquinha, magrinha, peitos médios para pequenos, cinturinha, uma falsa magra com uma bunda muito grande pra ela, bem empinadinha e durinha, pois malha na academia diariamente.

Eu já trabalhava na marcenaria quando vi Katlin passando na rua, com um vestido longo porem de tecido leve, deixando sua linda bunda bem desenhada, o tecido entrava entre as nadegas dela de uma forma deliciosa, parecia até que estava sem calcinha, mas reparando bem dava pra perceber que na verdade ela usava um micro fio-dental, pois dava pra ver a marquinha sobre a bunda dela, do lado perto da cintura. Eu e os outros funcionários ficamos babando. Desde então vi ela varias vezes: no mercado, na rua, no ponto de ônibus. Minha história com ela começou quando o marido dela fez amizade com meus amigos de trabalho, pois ambos torciam para o mesmo time (Parana Clube). Ele pediu pra fazermos um orçamento na cozinha dele. Eu fui com um amigo da empresa, lá nos deparamos com Katlin, que até então não sabia ser namorada do Lucas. Ela estava nitidamente envergonhada, pois nós mechiamos com ela na rua e ela sempre gostou, de vez em quando até ria. Fizemos o orçamento e fomos embora, mas antes notei que ela não tirou os olhos de mim, o que até fiquei constrangido, pois meu amigo reparou, então o namorado dela também deve ter reparado. Na outra semana já havíamos feito o movél, e ligamos para ela dizendo que íamos montar, o que ela concordou. Chegando lá percebi que ela tinha acabado de sair do banho, e estava usando um shortinho branco e uma regatinha vermelha. Estava muito gostosinha. Aquela bunda empinada era simplesmente perfeita. Ela disse ao nos ver no portão: “ entrem, meu namorado ainda esta trabalhando mais já esta chegando para almoçar.” Foi a primeira vez que escutei sua voz. Linda, com um modo bem manhosinho de falar. Fiquei excitado já no portão. Entramos e começamos a montar, e ela sempre conosco na cozinha. As vezes, devido sua cozinha ser pequena, esbarrávamos nela, ou ficávamos bem em frente sua pepeka, pois ela estava de pé e nós nos abaixávamos com frequência. Ela parecia gostar, pois a cada momento ficava de costas, fingindo olhar a TV, deixando seu lindo rabão bem a vista. Nesse dia conversamos um pouco, o que levou ela a passar seu telefone, mas disse para falar com ela apenas pelo whatsap. Adorei a ideia. Senti que ela estava afim de mim.

Para resumir, após umas duas semanas de conversa, onde ela já havia me mandado algumas fotos peladinha, de fio dental, no banho... ela me chamou pra ir na casa dela a tarde, quando o namorado dela estivesse trabalhando,,, faltei trabalho e fui. Lá encontrei ela de vestidinho e tomada banho, quando entrei ela me atacou, me beijou com um tesão que logo fiquei de pau duro, ela percebeu e já foi passando a mão. De repente ela para de be beijar e me empurra no sofá, então ela se ajoelha e devagar abaixa meu calção. Quando ela viu minha pica dura ela até se assustou, pois realmente além de grossa minha pica é bem grande...ela disse: “ nossa, seu pau é muito grande, que delicia, acho que nunca vi um maior...posso provar?” eu não respondi, apenas puxei sua cabeça com força para minha rola, fazendo ela quase engolir toda minha pica. Ela era simplesmente muito putinha, pois chupava minha pica como nunca tinha experimentado, nem mesmo com prostitutas profissionais. Ela batia meu pau na sua cara, lambia minhas bolas, chupava a cabecinha me olhando nos olhos. Chupava com maestria, com uma técnica de alguém que já chupou muitos paus, com uma vontade de chegava a doer minha rola. Ver ela de joelhos, na casa dela, toda babada, chupando minha rola enquanto seu namorado estava trabalhando me deu mais tesão. Levantei ela e a deixei de quatro no sofá, depois fui subindo seu vestidinho. Quando vi aquela bundona com um micro-fio dental cravado naquele cuzinho não resisti. Cai de boca naquela bunda, chupei e lambi por um tempão sua bucetinha e seu lindo cuzinho, apenas deixei seu fio dental de lado. Ela estava louca pra gozar, pois praticamente implorou pra mim comer sua bucetinha, ela dizia: “ Me come de quatro, vem...quero sentir seu pau na minha bucetinha...” Eu não perdi tempo e enfiei minha rola com força, sentindo sua bucetinha apertada esmagar meu pau...que delicia. Ela gemia com uma voizinha que me deixava louco, dizia: “isso fode, fode, fode essa putinha, bate nessa safada, me faz gozar, faz...” Eu metia com toda minha força,sem dó... sentia minhas bolas batendo na sua bunda. Pedi pra ela sentar em mim mas ela disse para continur que estava quae gozando. Isso me deixou com mais tesão, comecei a dar tapas leves em sua bunda, mas quando percebi já estava puxando seu cabelo com força e metendo uns tapoes de estralar na sua bunda gostosa. Isso fez ela delirar, ela começou a tremer e a gemer de uma forma que percebi que ela ia gozar, então acelerei as estocadas. Quando anunciei a ela que tmb ia gozar, ela me pediu pra continuar metendo que ela estava gozando na minha pica. Eu não aguentei quando senti sua bucetinha latejar com o orgasmo. Gozei. Eu gozei metendo na sua bucetinha, pudia sentir minha porra escorrendo misturada com a gozada dela nas minhas bolas. Foi miuto gostoso foder aquela putinha no sofá em que umas duas semanas antes seu namorado e ela estavam conversando comigo. Depois da foda ela pediu para eu ir embora, pois o Lucas poderia sair mais cedo do trabalho. Antes de sair fiz ela prometer que teria outras vezes o que ela me respondeu : “Quando puder com certeza vou te chamar, mas quero q vc não conte o que aconteceu hj pra ninguém, só assim vc vai poder me comer com as tardes”. Eu respondi q ela não precisava se preocupar.

Alguns meses depois, um amigo meu do trabalho, o Maik, me mostrou umas fotos no whatsap, e para minha surpresa tinha algumas da Katlin, peladinha, de quatro, e até chupando meu amigo. Na hora fiquei surpreso, pois pensava ser o único a come-la ele disse que seu irmão, o Maicon, tmb já havia comido uma vez. Minha casa caiu. Eu pensava que ela gostasse de mim, por isso traia seu namorado.

Resolvendo acabar com aquela historia entre eu e ela, disse que sabia de tudo a ela. Ela negou, disse que era mentira. Mas quando mandei as fotos dela chupando o pau do Maik ela confessou. Disse que aconteceu, que rolou só algumas vezes. Aquilo foi ruim de escutar, pois ela tem um jeitinho de menina inocente, ninguém imaginava que me encontrava com ela algumas tardes. Foi então que chinguei ela, ofendi, chamei de puta, e outras coisas do tipo. Ela nem ligou, disse que não era mais pra procura-la. Eu, não querendo perde-la, disse pra ela que iria contar pro Lucas sobre ela e o Maik, a não ser que ela escolhesse um de nós três. Foi então que ela disse que não tinha como escolher, que queria os três. Foi então que uma ideia passou pela minha cabeça, disse a ela que iria no outro dia a tarde na casa dela, ela concordou. Conversei com os dois irmãos, o Maik e o Maicon, disse a eles que ela queria dar pra nós três de uma vez. Eles toparao na hora.

No outro dia, ela deixou o portão aberto, para facilitar minha entrada. Quando ela viu nós três, ela levou um susto. Ela não sabia o que falar. Eu disse pra ela que estávamos ali pra come-la, e que se não satisfazesse nós três nós iriamos contar pro lucas ainda hj. Ela se fez de difícil no começo, mas depois aceitou. Eu disse ainda que se ela não fizesse tudo que nós mandássemos ela podia dar adeus a seu futuro esposo. Ela concordou. Então eu mandei ela se ajoelhar na nossa frente. Ela se ajoelhou. Mandei ela tirar a blusa e começar a nos chupar. Ela obedeceu. Nossa, a sensação de ver Katlin chupndo a três picas foi incrível. Confesso que nunca havia experimentado algo tão excitante, era delicioso ver como ela manejava aqueles paus duros, com as mãos e com a boca. Ora chupava um, ora outro. Tudo isso sem parar de masturbar-nos, a rola de Maicon enchendo sua boquinha e ela tocando punheta pra duas picas grossas, tudo ao mesmo tempo. Deitei ela no chão e chupei sua bucetinha com muita vontade, enquanto enfiava dois dedos com jeitinho. Depois foi a vez de Maicon e do Maik chupar aquela buceta gostosa. Ela gozava em nossas bocas, enquanto um chupava seu peitinho e outro enfiava a pica na boca dela. Ficamos uns vinte minutos nessa posição. Mandei ela fcar de quatro no mesmo sofá que comi ela pela primeira vez, mas dessa vez fiquei sentado no encosto do sofá, assim ela podia me chupar enquanto o Maik fodia sua bucetinha apertada. Ela estava gemendo muito, depois troquei com o Maicon. Era lindo ver katlin de quatro no sofá levando pica e chupando o pauzão de Maicon, pois o pau dele era o maior dos três. Ela chupava e gemia, chupava e gemia, obrigando o Maicon a dar tapas na cara dela pra continuar chupando, ele pegava na raiz do cabelo dela e afogava com força ela, enterrava sua pica na garganta dela, fazendo-a engasgar e babar muito. Depois disso ordenei que ela sentasse na minha rola, enquanto chupava o Maicon. O Maik, de repente, foi montando nela, tentando comer seu cuzinho...ela protestou, disse que não gostava de dar o rabinho dela, mas Maik já estava lambendo seu cuzinho, passando bastante saliva e botando seu dedo...ela nã resistiu. Deu seu cuzinho pro Maik, sentando na minha rola ao mesmo tempo em que o pau grosso de Maicon batia em sua cara. Se o Lucas, seu namorado, chegasse naquele momento não acreditaria no que via: sua namorada sendo fodida brutalmente por três “peões” da marcenaria em que ele contratou serviço...um emrabando sua namorada, outro comendo sua bucetinha e chupando aqueles peitinho pequenos e durinhos, e outro literalmente fodendo a boca da sua namorada, a boca que ele beijava todos os dias. Revezavamos as posições. Ela estav adorando, dizia: “ Isso, fode essa puta, ai, tesão, três picas duras pra mim, que delicia, nunca experimentei nada mais gostoso do que dar pra três ao mesmo tempo, como é bom sentir um pau na socando minha bucetinha e outro no meu cuzinho...e sentindo o cheiro gostoso dessa pica grossa dura na minha cara...ai, fode sua putinha..fode.. arromba meu cuzinho cachorro” Metemos assim por quase uma hora, quando disse que ia gozar ...ela gritando de tesão me pediu pra gozar nela, disse: “Vem da leitinho pra mim, da..goza na minha boquinha que eu quero beijar a boca do corno com o gosto do seu leite na boca, quero que vcs lambuzem meu rostinho de porra, vem , goza na cara dessa vagabunda...enche essa puta de leite..”. Não deu tempo nem dela terminar de falar e já pareide comela para gozar. Ela batia uma deliciosa punheta pra nos, que acabamos gozando quase ao mesmo tempo na sua cara. Foram varias esginchadas na boca e rosto, deixando Katlin com o rosto braço de porra quente. Ela lambia os beiços, olhandopra nós com a cara toda melada de porra dos funcionários de um ama simples marcenaria. Katlin gozou umas três vezes seguidas quando estávamos devorando e comendo ela no sofá. Antes de ela se limpar eu tirei uma foto dela com o rosto cheio de porra, chupando nosso cacetes ainda duros. Ela confessou que nunca sentiu tanto tesão na vida dela, disse que gozar entre três machos é uma sensação única, ela adorou ser uma verdadeira puta. Eu Disse que apartir daquele dia ela seria nossa escrava sexual, ou divulgaria suas fotos, e que ela daria pra nos três e pra quem mais nos quiséssemos, pois ela seria nossa puta nas tardes, enquanto o seu namorado trabalhava pra pagar o aluguel, enquanto sua namorada, Katlin, era fodida de todas as maneiras por três machos diferentes a tarde toda.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive rei filósofo a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
29/08/2014 07:31:35
Faltou conteudo

Listas em que este conto está presente

Contos Lidos
Lista para manter o registro dos contos lidos por mim.

Online porn video at mobile phone


www.videos de sexo amararam o marido e comeram a patroalenbi pinto bebi porraConto erotico sou madura e consolo lesbicaporno negao fas muleca grintafei a buceta pro meu primo mais novo contos eroticosMaceio alagoas meninos mostrando o pênis durofomos fazer um 69 e enchi a boca de minha esposa de porraflime porno dois homen trasando com mulher furtapornonovinha apois uza droga trazanoquiz da a bucetinha com 10 aninhos pra mim com 51 anos meti com vontade contosconto erotico ela passou a lingua na.minha buceta do grelo ate o.buraco da.vagina e enfiou a linguapapai comendo rolinha xvideoConto irmao tira cabaço a irma de 13 gostosaxvidionivinha elevadorassestir vidio porno na festaconto erotico bandido queria a bunda da minha esposaxvideo Britney escanxada gostosapapai ja estou pronta derrama na minha bucetinhamae do meu amigo gostosavidecontos de cú de sobrinhafotos de negues comendo cu das casadas no motelcachorro gozando na novinhagdançarino de funk transando de frango assadofilme porno americano onde objeto exotico liberava o tesao dos personagenscoroa ponha cao para chupalaxvidios a mae meteno mas u filho madano ele goza detoXvidio enfindo.o pex videos gay amigo me ensabuou por dentroviadinho usando chortinho xvidiosContos sempre fui o viadinho de todos os homens da familiaXVídeos coroa do escritório cabeludo tocando seg****** de esguicharContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhovídeo pornô caseiro mulher voltado foi traído e dá o troco e ele transa camisinha se faz para colocar no coloca em quando vê tudo e ela deixa como comer essa p*** para o c**** vem sem camisinhacasadoscontos/encochadas nas crentesqero v omes mostrdo apica dura e grosa cabeça grade rolau preto e branco e vermelhotio pega sobrinha dentro do barco com a cabeça da pica bem grossa e mete toda na b***** dela sentadaWww,sexo,conto,erotico,meu,avo,e,bigdotado,com,brxvideo.ana desfarsado no quarto da novinhafissurada em ser chupada na buceta contojapones enchendo cu da japinha dr liquido xvideofoi durmu na mesa cama da cunhadaporno pagando dívida com a mulher e a mae5 contovocê vai realmente para o Quartel eu tava até 9:00 da manhã online qual foi tava no quartel mesmovidio pomo anunhe de qratoimagens de puta abrindo abucrta topado na cameracontos eroticos a crente do grupo de senhorasdoce nanda parte IV contos eroticostravestis bem dotado sendo errabados realporno grátis só gostasse gozando piruzaowattpad e o vampiro rasgou acacinha dela e meteubaixa vídeo porno molhes ñ quenta rolar ir choraPorno gratis xvideos fogo cruzadoq gostozo e bebe porra d pau do meu sogro. escodido d marridoxnxx bundas etanguinhascontos eroticos deve velhas sonhado sendo possuidas por negoescontos eroticos privateBrotheragem - Segunda Temporada - 8chinezinho abrindo sua bucetinha piscando gozandopau alejado fodeno estourado abusetacontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgevídeo pornô parte curta de 4 minutos o cabo do pau de Sen sentindo transando com mulher de 68 anosconto erotico de velho aromba cuzinho da netaconto gostoso no pique esconde com dezcontoesposaprostitutaRelato erotico casa de swingnao aguentou a pica monstro / pornoiradoPorca reprodutoras buceta crandemeu corninho deixou fuder com outro ainda me ajudou chupar a picona do meu machorelatos eróticos determinada por um negão roludomaldade arobaro o cu da menina magra com fosaxvideo mule vigata nacaza da amigaxx pornô quero ver minha vizinha casada bençãomtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1contos incestos mãe mais lidos 2017fedelhos tesudosporno loira quadriu grade americana pornoemfregando a bçeta no buzu e metou pornover video de sexo padrastocome o cu dela ate ela secagarfostos.as.mais.gostozas.quadrinho.eroticosde.saia.coladaeu com 19 anos de idade eu era virgem da minha buceta e virgem do meu cu eu moro sozinha com meu pai viuvo meu pai ele achava que eu não era mais virgem da minha buceta a noite eu tava no sofa com meu pai ele conversando comigo ele disse pra mim filha você tomar anticopcional pra você não engravidar eu disse pra ele pai eu sou virgem da minha buceta meu pai disse pra mim filha você com 19 anos de idade você e virgem da sua buceta eu disse pra ele eu sou virgem da minha buceta pai ele disse pra mim filha eu tou feliz com você porque você é virgem da sua buceta ainda eu disse pra ele pai eu quero perder minha virgindade da minha buceta com você meu pai ele me deu um beijo na minha boca ele me levou pro seu quarto eu dei um abraço nele eu dei um beijo na boca dele eu tirei minha roupa eu deitei na sua cama ele chupou meu peito ele disse pra mim filha sua buceta virgem raspadinha e linda ele começou a chupar minha buceta virgem eu gozei na boca dele eu chupei seu pau ele foi metendo seu pau na minha buceta virgem que sangro ele começou a fuder minha buceta eu gozei conto eróticosonifero na tia evangelica contovai nacasa do amigo e ve airma doamigo sex na salafinha tarada nu pai e pai fas sexo com ela x10viagei a trabalho e meu noivo virou corno o homem me dominou porno cunhadainesquecivelContos eroticos elacarecaConto hotwifetirei.o.cabaco.da.minha.irma.dormindoxvideos tiramo o terzaoguei torado desbocado xvideominha mulher de peito e Tonzinho XVídeos