Uma festa em família (fui fazer um churrasco e dei minha mulher na bandeja pra meu filho)

Um conto erótico de Ricardo
Categoria: Grupal
Data: 21/10/2015 12:36:25
Nota 7.25

Oi pessoal estou aqui para contar uma nova aventura verídica que aconteceu no ultimo final de semana, bem me chamo Claudio, tenho 46 anos, 1,77 altura corpo normal, nem gordinho nem magro, moreno, e casado com Sarah a três anos, Sarah é uma morena alta, de 35 anos de pernas compridas e coxas grossas, uma bunda grande, dura e redonda, dona de uma buceta de tirar o folego quando vamos para praia, para descrever melhor, é aquela buceta que começa um pouco abaixo do umbigo e segue até a boquinha do cu, um mundo de buceta grande e inchada, quando se deita na praia, chama a atenção de todos, inclusive das mulheres também que passam olhando e comentando entre elas, o que ela não está nem ai, eu no começo ficava puto da vida com os olhares alheios, porém passei a ver que o que é bonito é pra ser mostrado. (E o que é grande, é pra ser dividido rsrsrs...).

Bom, tenho de uma outra relação dois filhos já crescidos um de 25 (Ricardo) e o caçula de 20 anos (Matheus), um rapaz de corpo atlético, com 1,89 cm de altura, e que desde pequeno sempre se mostrou um grande apreciador do sexo, haja visto que desde de muito pequeno já se masturbava com frequência, e tão logo começou a sair sozinho, teve as suas experiências sexuais, o que me dava até um certo orgulho em comentários de rodas de amigos. Depois de me separar da mãe deles, Matheus passou a frequentar com muita intensidade o meu apartamento de solteiro, levando de quando em vez as suas ficantes para passar o final de semana comigo. Após um ano de separado, reencontrei uma pessoa que já tinha sido minha namorada há muito tempo atrás, e passamos a viver juntos, meus filhos se davam muito bem com Sarah, era uma relação de carinho e atenção, mas comecei a notar uma atenção exacerbada e, troca de caricias e olhares maiores entre Sarah e Matheus. Nessa oportunidade, ele passou a nos visitar com uma frequência ainda maior, deixou de trazer as suas namoradinhas para passar os finais de semana conosco, e ficava com frequência por lá, era um tal de levar Sarah pra médico, Shopping, praia e tudo mais.

Já estava de olho naquela situação, mas para não despertar neles a atenção, me mantive calado e só observando de canto, aquelas brincadeiras, dengos e carinho, ao contrario do que eu pudesse imaginar, me dava era muito tesão, então passei a usar isso em meu favor, pois sempre em que ela ficavam na sala trocando caricias com Theu, notava que na cama Sarah ficava ainda mais fogosas e liberal para novas experiências, reparei também, que todas as vezes em que Matheus dormia no nosso apartamento e que Sarah e eu fazíamos sexo, ela parecia uma louca, gemia alto, gritava como se quisesse chamar a atenção dele, contando em ínfimos detalhes o passo a passo da nossa foda, e aquilo me deixava ainda mais tesudo.

No final de semana passado, resolvi fazer o jogo dela, cheguei do trabalho com um presente para ela, um maiô branco, cavado, com um decote que por pouco não fazia seus peitos saltarem, e na parte de trás um minúsculo fio que sabia que quase não taparia as pregas do seu enorme cu. Avisei que no dia seguinte, iriamos fazer um churrasco na beira da piscina do nosso condomínio, e aproveitar por se tratar de um final de semana de feriado, e pouca gente estaria no prédio, avisei a Matheus que no sábado iriamos curtir um churrasco na beira da piscina e de cara ele avisou que estaria colado. Tudo acertado, no sábado acordei cedo, fui ao mercado comprar, e depois organizar no freezer do quiosque as bebidas e as carnes para ficar mais livre para curtir aquele dia de sol e me deliciar de longe com os olhares dos homens que passassem pela piscina e vissem a minha deusa gostosa aproveitando o sol e a piscina.

Já era quase nove horas, quando resolvi subir a chamar Sarah para avisar que tudo já estava pronto e aproveitar para dar-lhe o seu presente (maiô)... Quando dei a sacola, recebi um estalante beijo na boca, porém quando ela abriu e viu do que se tratava, ela ficou horrorizada pela depravação que era aquele maiô, disse-me não ter coragem de usar, foi quando me veio uma ideia, e falei que foi Matheus que tinha me ajudado na escolha, a coisa então mudou de figura, e ela se animou toda, correu para o banheiro, tomou uma ducha, se depilou todinha, se maquiou e perfumou-se e em seguida fez questão de colocar o maiô, e veio até a sala onde eu estava passando os olhos no jornal, tirou a canga e perguntou:

- Amor veja se ficou bem? Não está muito depravado não? Fico com medo do que os vizinhos irão comentar e falar de mim.

- Relaxe minha gostosa, você não vai estar vestida (ou quase) para ninguém além de mim e do seu enteado, e se ele fez questão de escolher esse modelo, e por ser novo também, e saber o que cairia melhor em você.

- Sendo assim, não vou criar ressalvas e vou me sentir mais a vontade!

Não demorou muito e Matheus chegou, aproveitei que ela estava na cozinha fazendo uns petiscos para descer, e combinei com ele a mentirinha que tinha inventado, ele já entrou, e foi direto para a cozinha encontra-la para dar a nota no presente.

- Minha boadrasta cadê o nosso presentinho, tire a canga para que eu possa dar a nota...

E assim ela fez, sem nenhuma cerimonia, soltou o laço e fez cair ao chão o roupão que cobria o maiô.

- Minha boadrasta que visão é essa? Meu pai é um homem de sorte em ter uma mulher assim como você, que maravilha... Um espetáculo único, uma deusa semí-nua, dê uma volta para que veja-te de costas e aumente ainda mais a minha inveja... Hummmmm! Que visão!

- Mateus pode parar, se continuar assim eu vou ficar com vergonha e tiro esse maiô!

- Jura que tira? (risos) Era só, e tudo isso que eu queria (risos).

Riram todos e fiz questão de adiantar a descida, imaginado que se ela seca já estava assim tão insinuante, imaginem quando aquele maiô molhasse e ficasse ainda mais transparente e contrastante do branco com a pele dela morena queimadinha de sol.

Descemos e eles foram direto para a piscina, enquanto eu fui para o quiosque colocar as carnes nos espetos, sem sequer deixar de vigiar, pois diante dos comentários dos dois, tinha certeza que ambos estavam com o tesão a flor da pele, e por estarmos numa área comum do condomínio, teria que ter cuidado para não deixar eles muito a vontade para não ser chamado de corno. Matheus entrou logo na água, mergulhava, espanava a água no intuito de molha-la e ela a reclamar, pedindo que ele parasse porque aqueles respingos estava deixando-a toda molhada, foi então que ele disse:

- Se é pra ficar molhada, então vem logo que a água está uma delícia e não quero ficar aqui sozinho não!

Sarah então se levantou, soltou o nó da canga, ajeitou o maiô tentando em vão tira-lo do rabo, e puxando a parte da frente que de tão pequeno e devido a sua buceta ser tamanho XXL rsrsrs... entrou nos lábios vaginais e partiu para o banho, passou próximo do quiosque para molhasse no chuveiro, e como se nada de mais acontecesse, segui comendo com os olhos aquele corpo maravilhoso, que a essa altura, não caminhava, e sim, desfilava... Quando voltou após a chuveirada é que pude de fato notar o quanto aquele maiô ficou transparente, porém nada eu disse, além de brincar dizendo:

- Vai amor, vai tomar um banho e resfriar esse corpo de é todinho nosso rsrsrsr...

Esperei que ela entrasse e se ambientasse com a água, e logo em seguida fui lá levar uns drinks para eles, para ela, uma rosca de morango que ela tanto gosta, e para ele, uma dose de vodka com energético, agradeceram e não se incomodaram com minha chegada, continuando a brincadeira que estavam de agarra agarra. Sarah deu um tempinho e foi em direção da escada dizendo que iria renovar o protetor solar, já que o sol estava de rachar. Matheus continuou na piscina foi quando ela me pediu para passar o protetor nela, e avisei que estava manuseando carne e não seria legal ficar com cheiro do perfume na comida e que ela pedisse a Matheus, e ela então pede, e ele nem se fez de rogado saltando da água num só pulo, indo em direção de Sarah que se posicionou de costa, deitada na espreguiçadeira, cravou ainda mais o maiô na sua imensa bunda, pedindo a ele que ajeitasse a parte de trás para evitar que o seu cuzinho ficasse amostra, o que ele, como que se estivesse fazendo a coisa mais normal do mundo, passou os dedos de forma transversal no fundo do maiô, levantando para poder alinhar e com isso, com certeza deve ter encostado o dedo no seu cu, porque eu cheguei a ver os seus olhos revirarem e logo depois cerrarem-se, fez uma cara de muito prazer.

Voltei a servir mais uma generosa dose de bebidas para eles, só que desta vez, dobrei a dose para que eles ficassem ainda mais animadinhos e relaxados, nesta brincadeira, entre carnes e bebidas já estava quase dando cinco horas, e sugeri que terminássemos nossa festinha particular no nosso apartamento. Após recolhido todo material partimos para nosso ninho, e para minha surpresa Sarah se negara a vestir o roupão, dizendo que ia pegar o elevador de serviço e não tinha necessidade de se vestir, notei então que ela já estava meio alta e com a cabeça cheia de maldades, Logo no elevador ela tropeçou e precisou que Matheus a segurasse caindo direto nos seus braços, o que ela não perdeu tempo, e tascou um beijo na boca de Matheus, que me olhou assustado tentando afasta-la, eu sorri e disse:

- Deixa Theu ela tá doidinha, deixa ela a vontade, quando chegar lá no apartamento você leva ela pra dar um banho para acabar esse fogo dela.

Quando chegamos no apartamento, eu fui arrumar as coisas e Theu ficou com Sarah na sala que pediu uma saideira, eu então disse pra ela pedir a Theu pra lhe servir porque eu estava ocupado e quando acabassem essa dose, fossem direto para o banho. Nem terminaram a bebida e correram para o banheiro abraçadinhos, Theu entrou no box para ajeitar o fluxo da ducha e quando olhou para trás viu que Sarah havia tirado o maiô e estava completamente nua indo em direção ao box, assustado, tentou sair rapidamente o que foi inútil, pois Sarah empurrou-lhe de encontro a parede e aos tropeços fechou a porta do blindex dizendo:

- Nem adianta fugir, seu pai mandou que você me desse banho e como sei, o quão obediente você é não queira contraria-lo e me decepcionar, pois estou já há algum tempo sonhando com esse momento... Vem que quero ser ensaboada, lava-me todinha, vê o quanto estou excitada com essa situação.

Pegando nas mãos de Mateus e levando direto pra sua racha que estava encharcada e muito mais inchada que o normal, recostou-se na parede, curvando um pouco seu corpo para facilitar o toque da mão dele na sua vulva, levantou uma das pernas, calçando na quina da parede e falou:

- Vem meu desejo, faz de mim uma mulher de verdade, sei o quanto você também me deseja e me quer, toca-me toda, beija-me e me faz gozar gostoso.

Naquele momento de inebriante prazer, os sentido, já haviam se perdido e devido ao alto nível etílico nada mais poderia ser feito para evitar o contato mais intimo entre eles. Sarah então puxou de forma violenta a sunga de Matheus fazendo saltar uma pica completamente endurecida, brilhante e muito maior que a minha, neste instante eu só observava como fiel expectador aquela cena de completa luxuria e prazer, pela greta da porta, o que tudo aquilo me deixou com mais tesão ainda, aproveitei para tirar minha bermuda e já com a pica completamente dura, fiquei por ali para ver onde tudo aquilo ia dar. No momento em que Sarah olhou o tamanho da pica de Theu tremeu, e de pronto foi ao encontro daquela jeba, feito uma louca no cio falava palavras desconexas, gemia e chiava só de ver aquele pau enorme e pulsante e dizia:

- Vem meu homem gostoso, deixe-me abocanhar esse pauzão gostoso, deixe-me beijar, cheirar, babar e chupar!

E assim ela fez, e com a maestria que lhe é peculiar, ajoelhou no box e passou a punhetar aquela pica, no mesmo tempo em que beijava, beijava de uma forma que mais parecia estar namorando a pica, passava o pau pelo rosto todo, mordiscava a cabeça da rola, descia por toda a sua extensão com a ponta da língua, lambendo e babando, abocanhava as bolas e com as mãos percorriam as coxas, nádegas e tórax...

Sarah parecia uma cadela, foi quando Theu avisou que se ela continuasse naquele ritmo ele ia gozar, ela então aumentou a velocidade e a avidez na chupada dizendo:

- Vem meu macho gostoso, joga essa porra toda em mim, me marca, me mela, mata minha vontade por sua porra, me dê esse leitinho gostoso hummmmm!

Nesse momento Matheus encostou na parede tentando se desvencilhar dela para poder gozar sem melar ela, o que foi em vão, porque ela enlouquecida, abocanhou aquela pica no primeiro jato de esperma, e socou até a garganta tocando uma punheta endoidecida, chupava e abria a boca o máximo que podia, para que os jatos fossem direcionados direto pro fundo de sua garganta, ela parecia não querer mais parar de mamar. Matheus se recompôs, e voltou para a ducha ainda com a respiração ofegante, Sarah então com uma voz de menina dengosa fala:

- E eu amorzinho? Estou doidinha pra gozar, quero sentir esse picão todinho dentro de mim, você não vai me deixar na mão não é mesmo? Quero toda essa pica dentro de mim, estou com o cuzinho piscando de vontade de ser fudida por ela...

Neste instante, eu já tinha gozado ao ver aquela cena, mas não tinha arredado o pé queria ver mais e mais, ao ouvir Sarah falando aquilo, meu pau voltou a endurecer, foi quando me afastei, fui até a sala e falei um tom mais alto para que eles pudessem me ouvir:

- Ei vocês não vão acabar com esse banho não? Vão acabar ficando resfriados... Theu pega essa mocinha enxuga, e leva para o quarto para ela descansar um pouquinho, que estou ocupado providenciando algo para o jantar.

- Ok pai!

Matheus então enxugou Sarah e saíram rumo ao nosso quarto em meio a risadas, chegando no quarto, Sarah mais que depressa tratou de arrancar a toalha de Theu que já estava novamente de pau duro passando a chupar um pouco mais e Sarah então lançou-se na cama, caindo já de pernas completamente arreganhada, fazendo aparecer até o mais profundo furo da sua imensa buceta, Matheus então passou a chupar e morder aquela xana que já estava toda molhada e melada de tezão.

- Vem Theu não se demore porque estou sem forças para segurar o gozo, e se você continuar ai a chupar vou é afogar você de tanto gozar, e o que eu quero agora é sentir esse pauzão a me lascar toda... Ai Theu! Vem me fuder gostoso vem, sacia a fome dessa buceta que sempre sonhou em ser penetrada por você, desde que te vi pela primeira vez, só lembrava de seu pai quando era novo, e nós fazíamos um monte de putaria, vem meu homenzinho picudo... Mete esse pau em mim que estou doidinha para gozar gostoso com você cravado em minhas entranhas vem...

Theu então a colocou de quatro e pincelou a cabeça da pica na entrada da sua buceta, e ao primeiro contato, Sarah empurrou os quadris de encontro a pica dele, fazendo entrar em uma única estoca todo pau, ao mesmo tempo em que começou a gritar, e gemer:

- Vem seu puto, fode com força essa cachorra, mete com vontade esse pauzão em mim, machuca meu útero, me fode toda, me come... me lasca, me arromba que estou amando sentir você todinho dentro de mim, ai meu gostoso que cabeça de pica é essa? Ela está me acabando, estou me sentindo toda esfolada e arrombada... Fode sua madrasta fode... Hum que delícia de cacete, fode rápido que essa puta tá gozando fode picão, fode mais forte... Ai que bom, ai que sensação gostosa, vai que a minha bucetinha tá gozando vai... ai! Ai! Ai!

E Ela então gozou como nunca eu tinha visto, foi um gozo intenso e demorado que Sarah logo após o ato, virou-se de barriga para cima e adormeceu.

Para que o conto não fique muito grande na oportunidade contarei o final dessa foda e como aquele sábado transformou nossas vidas

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
22/10/2015 02:02:57
Rapaz fui ler isso na esperança de ser um conto bom, mas quando vc deu a descrição da vagina da sua mulher eu fiquei horrorizada, parece mais a descrição da boca de uma orca ou o diâmetro de um ferimento na costela causado por um machado, francamente não faço ideia do que seja sua definição de excitação, mas desse ponto em diante eu parei de ler, que porcaria!
21/10/2015 17:48:59
Muito bom! Nota 10, super excitante! Leia os meus quando puder. 😘💋💕❤
21/10/2015 17:07:39
O que é bom tem que dividir.
21/10/2015 14:38:46
pai e filho, amor verdadeiro! nunca fui assim com meu pai mais poderia muito bem ser .

Online porn video at mobile phone


baixinha biscate se vingando do namorado com amigoxvidiomai gostoza do meu amigo deunegal pau pulsando xvidiocisto de padrasto comendo o cu da enteada só no cuconto erotico gay vuagraSEXO CONTOS ERTOTICOS PEDREIRO CACETUDO ME FALOU UMAS BESTEIRAS FIQUEI TODA MELADA.contoeroticofodebuceta vigui na netXvideos zuzukinhacontos esposas putas castigadas no cufotoas de travetias bonitas vom caseto grandihomem enfica pica mulher treme dorNovosContos fudendo com velho tarados pauzudochorei no cavalete contos eroticosPriscila soca vibrado na bucetatufos videoestuprei amenina e rasquei cu zinho delaBaixar.100fotos.de.Evangelicas.shortinho.curto!porno criasia com negau pauzudopedreiro comendo a filha da patroa e a patroa f****** com pedreiro e o Pedro comendo a filha e a mãefinjo de tonto para comer enteada pornôporno rabuda pulando naraxvidio.com brasileras lambuzadas de leite condesadocontos eiroticos leilapornara co,endo novinha com o pau de 20 centimetroscomi a minha prima de onze anosporno o cachorro enfio ate as bolas na dona xnncontei como foi minha noite com meu amigo para meu marido pornoque kikada cunhadinha pornopersonal dotado botando a loira pra chupar seu piruzao ela ver volume do shorteConto erotico sou madura e consolo lesbicaEgua ciscano a Buçetameu amante haitiano tem pau muito grosso e gostosogostosa de micro maiozinho no XVídeosconto erótico Eu e o meu marido no bar da perdiçãocontos eróticos putinha dando o xiri e o cú primeira vezAcariando mulher na cama metendo pica violenta na vaginna dela clitóris grande YouTube motorista de onibus que molhou a buceta de tanto prazer em dirigirMuitasex .com gaby pornolTranzacom.sandi.ejunircupabuceta e leva roladacontos eróticos-Gabrielavideo. caseiro. de. sexo. mulher. covida. omarido. pra ir. na. casa. duma. amiga. muito. gostosa. ela. provoca. omarido. da. amiga. e. rola. sexo. com. os tres. gratisxxxvideo .com cagando gostosomulher enfiando um pepino enorme na buceta fazendo barulho pela primeira vez e ele cem aguentar pidindo pra ela e ele sor para guando gozaxvideo amador brasileiros que caiu na net dando o cvagina melecada e babentaGoroto da bunda grande o amigo goso dentroMinha namorada ficou gostosa e.virou puta.contos eroticos sogra acaricia genro por baixo da mesa na hora do jantarestoria.de sexo bem apimetado travesti bemdotado fudendo etero casadojairinhobaianopornô em Carmo da Cachoeira na ruaretendo os cabelos do cu no Xvídeos 3contos erticos lufernao adianta chorar vou rasgar sua bucetinhaconto erotico huntergirls71contos gay chule do padrinhoporn mama tao aumentar leiteContos porno com motoristax ezibisao de conas frescaspersonal dotado botando a loira pra chupar na academia ela ver o volume do shorte e da vontade de mamar o piruzaoconto erotico enteada safada assediandoconto erótico o meu cunhado me tornou sua putasó bucetinha novinha na ommmmmxxvideos coroas morenas peladinha deitada de brussovidio porno prima dando escorada na mesa de shortinho e de calsinha socadacontos de mulheres cochadacontos pequenina e punheteiragostosas minisaia enos debaixodelas