Comi o cu da Camila no mato

Um conto erótico de Aledotado36
Categoria: Heterossexual
Data: 26/10/2016 08:43:16
Nota 9.75

Olhando da porta da sala da casa do sitio do meu tio, eu conseguia ver um vale enorme de matas e pastos para gado. Há quase 15 dias na casa dele eu já estava cansado de tanto marasmo, nada acontecia, era um silencio total. Eu definia aquilo como “ o som do silencio” Aquilo me deixava pensativo e ao mesmo tempo apreensivo, com vontade de voltar a rotina de São Paulo. Cuiabá estava naquelas tardes de verão onde se frita ovos no asfalto. Se alguém duvida disso é só conferir, eu também duvidava até o dia em que me mostraram.

-Alexandre, você não quer descer comigo no rio? Eu preciso abrir a porteira para o gado passar e chegar até o rio.

-Vamos tio, vamos descer lá.

Até este rio dava quase 500 metros, o problema não era a distancia, mas sim o terreno íngreme e cheio de cupim.

Meu tio um senhor de 70 anos, desde que me conheço por gente sempre gostei muito dele. Irmão de minha mãe, chegou a morar 2 anos na minha casa quando era jovem. Depois disso casou, teve dois filhos e voltou para sua terra natal trabalhar no campo.

No meio do caminho ele ia me falando da filha de um sitiante próximo dele, Camila o nome da menina. Perguntou se eu já tinha visto ela eu balancei a cabeça negativamente.

-Muito bonita ela, apesar de ser bem novinha ela às vezes me deixa de pau duro- disse meu tio.

Eu achei graça porque um senhor com a idade dele ainda tinha interesse nessas coisas.

- O senhor ainda não pegou?

-Eu tenho medo, ela é muito nova e eu conheço o pai dela.

-Tio, caso tenha vontade e ela der bola só te dou um conselho, use camisinha. Já pensou o senhor com esta idade arrumar um filho?

Rimos muito e acabamos mudando de assunto.

Ao chegar perto do rio ele abriu uma pequena porteira que mal passava uma vaca, mas, segundo ele era o suficiente.

-Você já viu aquele ditado que diz onde passa um boi passa uma boiada?

-Sim tio, eu conheço! Pelo jeito esse ditado deve ser antigo.

Rindo subimos todo caminho de volta, a cada passada ele me falava de Camila.

-Sabe Alexandre, vou te falar uma coisa, essa menina às vezes chega aqui e senta na porta lá de casa, ela vem de saia e às vezes fica abrindo as pernas.

-Tio do céu, e nunca tocou nela?

-Como falei, tenho medo de fazer isto.

-Quantos anos ela tem? Vai fazer 19, mas tem cara de menina.

-Uma garota com 19 anos já sabe bem o que quer. Por que não tenta?

- Será que não vou passar vergonha?

Ah, só vai saber se tentar.

Quando estávamos bem perto da casa avistamos a tal Camila. Estava e pé, próximo a um pé de goiaba tentando pegar algumas frutas.

A menina era mesmo de cair o queixo. Não sei se por estar longe de tudo e de todos, ela encantou a primeira vista.

-Camila, este é meu sobrinho Alexandre.

Sorrindo a moça mostrou seus dentes brancos e sorriso largo.

-Prazer!

-Prazer, Camila!

Pegando umas frutas? Perguntou meu tio.

-Ah seu Pedro, queria umas goiabas, mas as boas mesmo estão bem lá em cima.

-Eu pego pra você- disse meu tio.

Com uma vara de bambu ele começou a cutucar algumas frutas que caíram logo no chão, assim que caiam Camila pegava e colocava em uma espécie de bolsa de pano.

-Ta bom seu Pedro.

Camila despediu e quando estava saindo me olhou de forma graciosa.

Meu tio sem perder tempo falou.

-Ta pra você, mete a rola!

-Não tio, eu nem conheço a moça.

-Rapais, viu a forma como te olhou?

-Vi, mas quem sabe outra hora.

-Amanha voltamos.

Eu fiquei olhando aquela bela moça se afastar com uma saia justinha e delineava sua bunda. Creio que sem roupa deve ser muito gostosa- Pensei comigo.

Subimos na caminhonete e voltamos para a cidade que ficava quase 30 quilômetros do sitio dele. No caminho fomos falando dela e notei que meu tio tinha um tesão muito grande por aquela moça, mas, precisava de ajuda para comer.

No outro dia, como de costume meu tio me chamou- Vamos para o sitio?

-Vamos, só vou calçar um tênis.

Assim fizemos, viemos falando sobre tudo no caminho até chegar à porteira que dava acesso a estradinha da casa.

Quando chegamos notei aquele mesmo silencio de todos os dias, mas, alguma coisa me fazia pensar que aquele dia seria diferente.

Meu tio, como de costume saiu para dar ração ao gado e eu fiquei sentado na mesma porta da casa, pensando. De repente ouvi barulho que vinha do outro lado do curral. Era Camila, toda sorridente. Vestia a mesma saia do dia anterior e uma camiseta preta. Estava com chapéu de couro na cabeça para não tomar sol.

-Cadê seu tio?

-Ele foi dar ração ao gado.

-Não quer sentar?

Sem me falar uma palavra Camila sentou ao meu lado e começou a falar da insatisfação de morar ali. Segundo ela, queria alçar voo para outros lugares, queria conhecer gente, estudar..etc.

O que você faz em são Paulo?

-Eu trabalho em uma empresa de telecomunicações.

-Você nasceu lá?

-Sim, há um bom tempo.

-Quero mudar para São Paulo.

Quando me falou isto deixou uma das pernas abrir e tocar na minha perna. Como eu estava de bermuda deu para sentir sua pele quente.

-Não quer me levar com você?

Rindo eu disse que não podia fazer isto. Como vou justificar para seus pais?

-Eu falo com eles.

Falando isto ela sorriu e segurou no meu braço encostando a cabeça no meu ombro.

Eu não tive outra reação a não ser beijar a boca dela. Camila beijava muito bem, tinha boca carnuda e seus dentes batiam nos meus.

Eu passei a mão nas coxas dela e notei que ficou toda arrepiada. Levei minha mão até o fundo encontrando sua bocetinha. Sem a mínima resistência puxei sua calcinha de lado e comecei a bolinar sua boceta.

- Você vai fazer isto aqui?

-Onde gostaria?

-Vamos no meio do milho.

Sem perder tempo corremos para o meio do milharal onde ninguém poderia nos ver. Levantei a saia dela e vi aquele par de coxas morenas lindas, no meio aquele “V” da sua boceta. Ela me abraçou e me beijava como doida esfregando sua boceta nas minhas pernas. Não tive resistência em tirar sua saia e baixar de vez sua calcinha. Assim que fiz eu pedi para ela deitar mas ela pediu para não fazer assim, me come de quatro? Assim fizemos, ela ajoelhou no meio daquele mato expondo sua bunda gostosa. Quando eu ia por na frente ela recuou.

-Poe atrás? Não quero filhos agora, tenho medo.

-Abe sua bunda.

A bunda dela era morena, uma marca de biquíni delineava sua bunda e coxas. Aos poucos foi mostrando para mim seu cu, cheio de pregas intactas e bem feitas. Imaginei que não devia levar muita rola, caso contrario as pregas estariam frouxas.

Camila abriu a bunda, por baixo pegou minha rola dura e direcionou na entrada do seu cuzinho. Eu não tinha camisinha, mas como ia imaginar aquilo? Por trás vi a cabeça da minha pica forçar e entrar em seu cuzinho. Camila não parava de suspirar e gemer. No meio daquele mato e do silencio eu ouvia somente sua respiração, nada mais.

Camila só ficava quieta, olhando para os lados para ver se alguém via. Quando a cabeça da minha rola entrou ela levou o braço para trás, segurou minha perna e puxava contra ela, até minha rola sumir naquele cu moreno, gostoso, apertado. Eu senti aquele cheiro de sexo, de cu, sentia as maravilhas de comer um rabo novinho. Camila gemia, rebolava, me pedia para por mais. Fomos assim até gozar. Inundei o cuzinho daquela menina de porra, ela gozava comigo em sussurros. Camila metia bem, gostoso, tesuda. Eu mordia sua nunca, perdemos a compostura até relaxar.

-Seu tio pode voltar

-Ele vai demorar, sabia que ele é doido pra comer você?

-Nunca transei com um senhor na idade dele.

-Ele é carinhoso e gosta muito de você.

-Acho que não conseguiria.

-Pelo menos tenta.

Após se arrumar e colocar a roupa saímos do meio do milharal.

Meu tio não demorou a chegar, estava cansado e todo sujo de terra.

-Vamos embora?

Eu olhei para Camila e disse baixinho em seu ouvido- Não tem como?

-Hoje não, você me abriu muito! Que pica grossa você tem hein?

Rindo Camila foi embora, quando estava alguns passos olhou para trás e piscou para mim.

-Meu tio rindo me disse- Você comeu ela?

Tio,insista um pouco com ela que você consegue.

Aquele foi o ultimo dia da minha viagem a Cuiabá. Algum tempo depois, falando com meu tio no telefone ele me disse que Camila estava gravida, mas não me disse quem era o pai. Creio que meu tio fez muito mais que comer o cu daquela garota.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
26/10/2016 18:09:01
Bem narrado e bem tesudo+++
26/10/2016 14:59:58
Muito boa a história

Online porn video at mobile phone


porno negao fas muleca grintamorena chegol em casa pegol irma na siriricaporno brasilbucetinhavirgemmagrinhaxx videos lesbicas en fando amao no do amigoXvidiocomendo a novinha sem.ao menos tirar o chorte dela mulher com aberada da buceta toda esticada pra filha verEncoxada no riquinhocontos eiroticos leilapornconto gay estuprado pelos noiadosx vidio de pornó de 2viado dando cu pro otrixvideos careca comendo cuzinho da fujonapornocaseirogosandodentrocabine erótica pornordoidovidios caseros de mulheres levando gosada na causinhaspornobjssgordinha metelinaponodoido pasado um tempo com minha primascontos eroticos minha esposa no forroApaixonei pelo amigo do meu pai contos eroticos agyobesa da virilha toda assada pornôcontos dei para meu cunhado marido da minha irmãContos eroticos : transei com a cavalona loura da xotona peludaver video e filme de veterinaria chupano abuceta da e gua na fasendacontos eiroticos leilaporntravesti da rola super grande dando o cu e gorsandoxvidiocasada fudendo a pica do machoporno mexeu quadril na piroca do magrelocontos erotico cheirando as calcinha da crenteanal brasileiro. uncesto irmao. comendo. ocu da irma. ela dizendo .que doi muitoXvideo/deixei o cara encoxar a piroca e gozar "ônibus"fotos os penes mais maneru do mundo pornnovinhas as srnas apertas cachorroxvideo casada fudeno azuada do pau entrando saindona zoofilia as cadelas aceita ser fudidaXxvidii ela vai toma ni cuxxvideos comendo no interrogatório com força uma peitudaContos gangbang com tios e primosmulher transando com homem quando ele se enrosca dela no ônibusporno forçado tiofudendo a forçaxxx vídeo Pai percebe qui sua filha ta virando mulher e sente vontade de comer -youtube -site:youtube.comvideo porno gay dois amigos vão dar uma corridinha e finda se pegando xvideoentregafor fundeno a cliente na casa dela sem o marido saber contos eróticosespiei a minha madrasta gostosa e fiz um vídeo caseiro delaXxvideo pausao negaocontos eroticos de mulher sendo xingada e tomando tapa ma caraContos amigo do futebolconto erotico funk peladaencoxando rabuda no trem casa dos contoscontoseróticosbandidos arrombamdo esposasxvidio novinha cesú conto erotico provoquei meu sobrinho10 mil fotos da buceta da familia sacanaconto erotico comi cu do meu pai velho coroa grisalhocasada com raiva do marido so querer ir para o bar sai e da a buceta para estranho no motelrelato "arrancaram minha calcinha" bucetacontos eróticos enbebedaram meu marido e a min e fizeram uma orgia comigocrente safada contosContos eroticos casais e pintudos fantasiascontos eroticos chantagiei minha tia e comi elao dia em que tirei a virgindade de minha cunhadinhaSite porno de facio asseçoxvideo chinesa se encabulou com o pau do negão e foi arronbadaXVídeos o cano locando deslocando e o cano de novo o cu da magrinhaxvideos eu emeu amigo deicala comedo mia maesó loirinha magrinha a pererec do Chacrinhacoroa ao sentir o caralho na cona esporrasse todanegao com pistolao grande e bem grosso quase nao entra no buctao da coroaSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhacontos trai com o inquilinoquanto a mãe tava cantando a repressão a novinha tá f****** com padrasto quero ver no vídeogostosa seasusta com o tamanho da vara na buceta xvidiosair saigui depois de dar abicetapirulito do titio contos inocenteContos eróticos da minha norairmão gemeos loirinhos emos gay fazendo sacanagemcontos eeroticos transando com a esposa e cunhada no interior do paranavídeos de novinhas dançando xote inchada se masturbando e gozando dentro de jatos de porragts de fio dentau mostrando ha bucetinha na webi