Noite Deliciosa com meu Corninho no Baile Funk

Oie, olha eu aqui novamente, bom faz tempo que eu não coloco como eu sou né? Oiee Sou a Gabriela, tenho 25 anos, Casada, branquinha , 1,75 de altura, Cabelos pretos na altura do bumbum, olhos castanhos, magrinha com um corpo definido, seios médios e olhos castanhos. Calço 34, pés branquinhos meio rosadinhos, e bem cuidados. Magrinha do bundão rs, 103cm de bumbum.

Bom, semana passada, meu marido propos irmos em um Baile Funk aqui na minha cidade, mas não era qualquer baile funk, tipo aquelas baladas vip, não era um baile funk de "favela", um rapaz que ele conhece de uma das empresas que ele atende tinha comentado do baile e falou que nesses lugares não tinha segurança nem nada, e era possivel ver de tudo, e como era em uma chacara, sempre rolava muita putaria.

Não sei por que, mas algo dispertou no meu marido que quis conhecer esse baile funk, pediu para mim vestir o vestido mais curto que eu tinha e ir sem calcinha, antes mandou ums videos do xvideos de sarradas, mulheres rebolando no pau de homens etc, eu claro, inocente da brincadeira dele falava:

Nossa, que delcia, meu sonho , etc etc.

Foi ai que ele sugeriu irmos no baile funk, topei na hora, fiquei toda animada para irmos, mas depois que descobri onde seria, confesso que fiquei com medo, pois nao era um local seguro e iriamos só nos dois. Mas resolvi aceitar a proposta e ver no que dava.

Foto cmgo no vestido : http://is.gd/SvE6dn

Me arrumei toda, coloquei o vestidinho preto, bem curtinho, bem acima do meio de minhas coxas, quase um micro vestido, sem nada por baixo como ele havia pedido, vesti um salto alto e saimos de casa, antes de irmos, passamos em um restaurante, para comer alguma coisa, e bebemos alguns drinks .

Já meio felizes por causa dos drinks, partimos em direção ao local da festa, ficava meio longe da cidade, cerca de 30km apos a saida da cidade.

Assim que chegamos, estacionamos o carro onde dava, em uma pastagem proximo ao barracao da chacara, o local era bem bonito, apesar de estar bem escuro dava pra ver algumas coisas e realmente era um local bonito, onde ocorreria a festa era em um barracao , que ficava no meio da chacara, proximo a cerca da divisa de outra chacara onde havia plantado algumas arvores e uma grande parede de bamboo, lá tinha de tudo, desde carroes até carros bem precários, e muitas motos.

O Local estava cheio, nao era muito grande o espaço, mas estava bem cheio, tinha que comprar ficha em uma barraca improvisada e atravessar o salao todo para pegar a bebida.

Conforme eu andava meu vestidinho ia subindo e toda hora eu ficava abaixando ele, meu marido me olha e pede para deixar pra ver até onde ele ia, então eu faço oque ele me pede e deixo o vestido subir, mostrando a polpa de meu bumbum.

Mulher nao pagava, homem pagava 30,00 e tinha os combos de bebida, compramos uma combo de vodik com soda e gelo, nao tinha onde colocar , nao havia suportes como nas festas onde colocava em cima , tudo ficava no chao, entao depois que compramos , cruzamos o salao para pegar a bebida e depois ficamos na lateral do barracao , com nossas bebidas no chao e eu bebendo com meu marido.

Um DJ tocava, os mais diversos funks e os mais diversos MESMO, cheio de putaria , eu estava com medo e com vontade de ir embora, mesmo estando bebada, Luiz me da um beijo na boca bem gostoso, e diz:

Amor, vai lá dançar enquanto eu cuido da bebida.

Tomei um gole grande da vodik, e fui meio contrariada, mas fui, pois algo em mim me excitava , fui até onde conseguia ver Luiz e comecei a dançar ao som da musica, sozinha na pista, que estava cheia, nao demorou muito e eu estava rodeada por homens de toda sorte, alguns bonitos, outros nao tanto, dançavam perto de mim enquanto eu empinava minha raba e rebolava , nao demorou muito e sinto alguem atrás de mim, dou um sorrisinho e começo a rebolar, o homem começa a dançar de acordo com meus movimentos, encostando e roçando seu corpo no meu, sinto meu bumbum colado no meu membro, que roçava em minha bunda, com os movimentos, meu vestidinho sobe, para minha surpresa, pois eu esperava que ele me pegaria ali mesmo, ele gentilmente no movimento da musica, leva a mao em minha cintura e desce com ela lentamente até alcançar meu vestido, baixando ele novamente, enquanto meu bumbum estava "protegido" por ele, roçando em mim.

Dou um sorrisinho para ele, dessa vez me virando de costas, e confesso que nao era um menino bonito, mas ele dançava tao bem e era tao gostoso o toque dele na minha cintura, com meu bumbum roçando na rola dele, que já estava durissima, que nem me importei com sua aparencia.

Depois de seu gesto me protegendo, fiz questão de rebolar minha raba mais forte ainda, e meu vestido dessa vez sobe mais ainda, deixando meu bumbum quase todo pra fora, e nessa hora eu tenho certeza que ele viu que eu estava sem calcinha.

Ele leva a mao na polpa de minha bunda, apertando ela, de forma gentiil, sentindo minha pele com o toque de duas maos grandes e firmes, fala no meu ouvido: Que bunda mais gostosa , podemos ir pra outro lugar?

Digo que sim, e ele me puxa pela mao, caminhando , na direcao do meu marido, que me olha sorrindo com uma cara de safado enquanto aquele rapaz me leva para de baixo de umas arvores proximo a divisa da chacará.

La ele me puxa e começa a me beijar intensamente, cheio de vontades , confesso que ninguem nunca havia me beijado com tanta vontade assim, me tirando o folego diverssas vezes, ninguem perguntou o nome, ninguem falou nada, apenas nos amassos intensos, sentia sua mao apertando minha bunda, subindo meu vestido, ouço uns gemidos, e olho para a direção do som e percebo um casal bem proximo da gente, com a menina com a perna na cintura do rapaz e o movimento de vai e vem ... .

Aquilo me excitou ainda mais, o rapaz que estava comigo, se ajoelhou no chao e começou a chuapr minha buceta, aquilo pra mim foi o ápice do tezao, eu gemia gostoso na lingua daquele rapaz sem me importar com o casal ali proximo de nós que parece que se animou mais e começou a fazer barulhos mais alto .

Depois o menino parou de me chupar, e falou : Deixa eu meter na sua bct? Não tinha como não dizer não, falei que sim, mas ele me pediu pra mamar ele antes, sem demora me abaixo e começo a mamar aquela pica , nao era grandona, mas era uma delicia de chupar, tão gostosa de mamar que me empolguei e mamaei muito aquele rapaz, que nao resistiu e gozou na minha boquinha.

ELe todo chateado disse: Droga, eu nao consegui resistir.

Eu dou risada e falo Relaxa gato, eu amei, agora vou voltar pra festa.

Depois voltei para o salao, meu marido estava la me olhando e disse: Eai, como foi? Quando eu cheguei perto e falei:

Foi uma delicia, mamei gostoso a pica dele amor.

Só mamaou? Pergunta Luiz.

Eu: Sim amor, nesse só mamei

Luiz: Nesse?

Eu: Sim, pq agora eu qro mais.

Luiz da uma risada, leva a minha mao no pau dele que estava bem duro, o menino que eu havia acabado de mamar, chega em mim, la na festa e diz:

Oi se qusier voce e seu amigo podem ficar ali com a minha turma.

Aceitamos e no caminho meu marido fala: Ele quer te comer no final da festa .

Eu dou risada e logo estamos ali com a turma dele , um povo um pouco estranho pra falar a verdade quando vc chega a primeira imrpessao é estranha, mas depois percebe que sao gente de bem que estavam ali só pra curtir.

Ficamos ali dançando e bebendo, eu longe do meu marido, para fingirmos que eramos só amigos mesmo, meu marido é bem legal, entao fez amizade facil com os meninos e as meninas que estavam ali.

Meu marido me contando :

Um rapaz chegou em mim, e pergutou: Mano, vc pega essa mina ai?

Ai eu falei, não somos apenas amigos, saimos as vezes , mas nao rola nada, pq gostou dlea?

O Rapaz: Sim mano, ela é muito linda, geral ta querendo essa mulher aqui, ela é do tipo safada vc sabe?

Eu falei : Cara ela nao é santa, antes de virmos pra ca ela tava com um menino ali nas arvores, deve ter mamado ele até.

O Rapaz: Bot fé em , meu sonho uma mina dessa mamando meu pau velho .. acho que nao aguento duas chupadas e gozo.

Eu falei: Chega lá mano, aproveita que hora ela ta toda soltinha acho que se vc for de boa, dançando com ela etc chama ela la pras arvores que rola, ela é safada sim.

Nisso, eu estava dançadno na pista rebolando meu bumbum, com umas meninas que eu nem sabia quem eram , sinto uma pessoa atrás de mim, chegando junto com certa pressao, enquanto eu rebolava, já sarrando o pau no meu bumbum, olho pra trá e vejo o muleque que conversava com o meu marido antes, continuo rebolando nele, rebolando bem meu bumbum no seu membro, sunto suas maos roçando na minha bunda, deixo pra ver oq ele faria, sinto apertoes, e seu membro roçando no meu bumbum, percebo meu vestido mais levantado que o "normal", baixo o vestido, me afastando dele e digo:

Cuidado pra nao deixar eu toda pelada aqui na frente de todo mundo.

ELe da risada e fala: Vamos logo ali no estacionamento?

Eu falo: Mas no estacionamento tem luz, nao é melhor no escuro?

Ele : è que eu qro ver voce melhor e lá no estacionamento nao é tao claro, da pra ser ali proximo da arvore ao lado, tem pouca luz mas nao é todo escuro.

Olho onde ele aponta e digo:

Vai na frente pra ninguem ver que eu vou logo atrás.

Assim, ele sai de perto de mim e logo vai pra la, vou até meu maridinho, e dou um sorriso sacana pra ele e digo:

Já volto meu corninho.

Vou atrás do menino logo em seguida, era um menino bonito, corpo moreno, feição indigena, forte, musculoso, um pouco mais baixo que eu, quando chjego la , ele me olha de cima em baixo e diz: Nossa, vc é linda mesmo em, qual seu nome?

EU falo: Gabriela, mas pode me chamar de Lela.

E o seu?

Ele: Osvaldo, mas meus amigos me chamam de indião.

Eu dou risada e logo ele começa a me beijar, ele era mais calmo que o outro, o beijo começou lentamente e foi aumentando o ritimo de vagar, suas maos percorriam meu corpo todo, puxando meu vestido pra cima, deixando a bunda a mostra. com a mao atolada no meu bumbum, ele desce alcançando minha bct e fica com os dedos alisando ela lentamente. sentindo ela toda molhada enquanto me beijava, me arrancando suspiros e gemidos de tezao.

Ele me olha tirando o pau dele pra fora da calça, seguro aquela rola com minha mao punhetando ele, sentindo sua grossura na minha maozinha, era uma rola qunete e gostosa, grossa, nao tao grande, mas gostosa, devia ter 17cm no maximo, mas bem linda , toda reta e cabeçuda.

Me ajoelho e começo a mama-la, chupando e mamando aquela rola , sentindo o gosto de seu pau na minha boca, mamando com vontade, ele faz timidos movimentos de vai e vem com o quadriu, mas me deixa completamente no controle da mamada, do jeito q eu gosto, me deliciando com aquela pica na minha boca, eu estava abaixada, com a bunda de fora, seintindo minha bct molhada, escorrendo meu melzinha, completamente pronta para agasalhar aquela rola grossa , entre urros e gemidos, eu fico em pé apoio na arvore, virando meu bumbum pra ele, ele tira uma camisinha do bolso, encapa a rola dura e a penetra na minha buceta li mesmo ,no meio daquela chacara, fodendo com força minha bucetinha , depois de alguns minutos, me fodendo naquela posicao, diz : Qro gozar em cima da sua bunda, posso?

Eu dou risada e falo: Não , vai que eu brinco com mais alguem hoje?

ELe da uma risada e fala: pode ser na boca?

Eu digo: Pode.

Ele tira a rola de mim, tira acamisinha e me oferece a rola dele, volto a mama-la e pouco tempo depois sinto os jatos em minha garganta, engulo tudinho , e fico em pé, ele me da um selinho e fala q adorou e que nunca tinha imaginado ficar com uma mulher tao gata.

Eu dou uma risada e falo que tinha sido uma delcia e ele falou:

Foi seu amigo que me disse pra chegar em voce, vou ater que agradecer ele depois.

Eu dou uma risada e falo: Hummm, arruma uma daquelas meninas pra ele.

Ele diz: Fechô.

Ai voltamos pro salao, eu na frente e logo em seguida ele atrás, chego no meu maridinho que me olhava com cara de tarado, e diz: Eai?

Eu: Foi uma delicia amor, vou retribuir voce agora.

Ele : Como assim?

Fica aqui, falo.

ASsim que saio, vou até uma menina que estava ali, bonita, corpinho interessante, e digo : Oi, meu amigo ali está afim de voce, mas nao sabe se vc está ficando com alguem aqui e ficou meio com medo de chegar e pediu pra mim vim falar ctgo.

Ela: Nao, nao, eles são só meus amigos, entao chego no meu marido e falo:

Amor, eu arrumei aquela ali pra voce.

Ele da uma risada, olha pra moça e olha pra mim e fala: Sèrio amor? Sua doida.

Seguro ele na mao e levo até ela e os deixo ali conversando.

Depois pego uma ficha e vou até o bar, onde eu buscaria uma agua, fico no balcao esperando minha vez chegar, pois tinha gente pra caramba, sinto uma mao na minha bunda, com um sorriso nos lábios, olho para trás, vejo um negao grande pra caramba, bem mais alto que eu , que me olhava, e fazia movimentos com o quadriu de dança, rebolando eu olho pra ele com um sorrisinho e rebolo minha bunda tambem, dançando ao som da musica.

Ele se aproxima mais, e começa a rebolar comigo, bem pertinho , roçadno em mim, fala no meu ouvido:

Ouvi falar que a senhora gosta de dar no estacionamento.

Eu meio que dei uma gelada na barriga e mas mesmo assim disse: Quem te falou isso?

Ele diz: Ninguem, eu mesmo vi, fui ali no meu carro e acabei vendo voce e aquele rapaz.

Eu tava louco pra chegar por trás enquanto voce mamava ele e apertar essa bunda, mas nao fui pra nao dar nenhum problema.

Eu digo: Mas o que voce está querendo entao? ele: Vamos ali fora conversar que eu te digo o que eu qro.

Bebada e excitada, o que voces acham que eu fiz?

SIm eu fui com aquele estranho para onde ele quis me levar.

Caminhamos um pouco mais afastado da festa, proximo da casa da chacara onde tinha um banco de madeira, no jardim da casa, estava tudo escuro, sendo iluminado apenas pelos refletores do salao que vira e mexe alcançavam onde estávamos e uma luz amarela de um quartinho longe dali.

Assim que chegamos, ele me puxou e começou a me beijar, senti sue halito de cachaça se misturando com o meu, nos beijamos intensamente, sua boca era grande, grandes labios, engolia minha boca de forma gulosa, suas maos grandes me tocavam com força, firmeza, me beijando e me arrancando suspiros, ele se senta no banco, me puxando pra cima dele, onde eu me sento em seu colo, ele puxa me uvestido pra cima, deixando meu bumbum todo a mostra, começo a rebolar e a roçar minha bct e meu bubum na rola dele, por cima da calça de moletom que ele usava. Sinto aquela rola grande entre minhas pernas, enquanto nos beijavamos.

Ele diz: Eu qro uma mamada bem gulosa tambem.

Eu saio de cima dele, ele puxa o pau pra fora, o rapaz era bem negro, quando a pouca luz que chegava lá bateu naquela rola, pude ver ela brilhando, como se refletisse a luz do local, uma rola grande e NEGRA, que delicia rs.

Cai de boca nele abaixada em sua frente, chupei aquele pau lindamente, sugando sua cabeçona gostosa, nao era uma roal tao grossa, mas tinha a cabeça do jeito q eu amava chupar, toda linda e grande, ele gemia e urrava enquanto eu mamava sua rola preta e gostosa, depois de um tempo mamando, ele pede pra mim sentar na pica dele.

Eu viro de costas pra ele, com ele ainda snetado no banco, e encaixo a rola na minha bct , que entra de uma vez, sem camisinha , quente gostosa, me fodendo com força até o talo, me fazendo sentar sem parar.

Nao aguento e gozo na rola daquele negao, gemendo alto, me contorcendo toda, sentindo minha bct deslisando a cada kikada naquela rola deliciosa.

Sinto seus jatos de porra invadindo minha bct logo em seguida, com minhas pernas tremulas com meu corpo todo suado, saio de cima daquela pica e me sento no banco ao seu lado.

O negao se levanta, diz: Porra branquinha, me fez gozar dentro de voce sem camisinha , carai.

mas relaxa que nois aqui não tem doença nao , que vacilao, camizinha no meu bolso, carai, porra, mas vc toma remédio né? qro ter filho nao ..

Eu: Relaxa gato, ta tdo certo, eu tomo remédio sim pode ficar tranquilo que aqui tambem é sussa.

Depois do mini ataque de consciencia do rapaz, ele sai e eu fico ali no banco, sentada, olhando pro tempo, saio de lá, vou no banheiro, pego o batom de minha bolsa e retoco, e volto na minha turminha, nao vendo meu marido, já imagino que ele estava com a moça em algum lugar.

Um bom tempo se passa, volta meu marido e logo em sguida a menina com um sorrisao, ele me olha e eu digo: Se divertiu foi?

Ele da uma risada e fala que sim e disse: Pelo que ouvi, voce tambem?

Eu : Como assim?

Ele: estávamos bem ali proximo, pelos gemidos eu reconheci que era voce.

Eu dei risada e depois nos demos um selinho, continuamos na festa, bebendo e dançando, mas fiquei um tempo sem dar moral para os rapazes, pois precisava descançar, era cerca de umas 4 e pouco da manha, quando olhei no relógio, miando de bebada, pois misturei vodik, com whisky e tequila, a festa que antes estava lotada começa a se esvaziar, tinha poucas pessoas la e o Funk tocando nem era os dos mais legais para dançar, e resolvemos ir embora, o pessoal que a gente estava ali, tambem estava querendo ir, tinha sobrado bebida pra caramba ai o Indião falou:

Bora fica aqui mesmo, sentado ali bebendo esses litros, jaja amanhece e ai a gente vai embora.

ALgumas pessoas falaram que nao e foram embora, nao sei o que meu marido tinha em mente, mas disse que adorou a ideia, eu ja qria ir embora, pois estava cansada, mas fiquei, Ficou Eu, Indiao, Matheus primo do Indiao , Meu Marido, e a Leiticia a menina que meu marido tinha ficado.

AI sentamos nos bancos, e começamos a beber ali mesmo, conversando sobre as coisas, para aquelas pessoas meu marido e eu eramos só amigos, entao continuamos assim, meu marido ficou agarrado com a menina que ele ficou lá, eu fiquei entre o Indiao e o Matheus no banco.

Onde estávamos bebendo, era afastado do local da festa depois de umas arvores e de um bambuzal , entao tinhamos uma certa privacidade, meu marido começou a beijar a Leticia na minha frente, ta certo que eu dei pra todo mundo , mas fiquei com ciumes , deve ser coisa de mulher.

Ai o Indiao começou a encher o saco deles, falando, :

Rapaz nessa festa só vi nego nos pegas no estacionamento, nas moitinhas, nas cercas.

Ai o Matheus fala :

Eu nem sairrei em ninguem hoje.

Indiao falou: Rapaz, é por quie voce nao falou com a Gabriela, ela sarrou com todo mundo hoje.

Eu dei risada, e falei:

Sarrei mesmo e se tocar uma funk, sarro de novo.

Matheus, todo ligeiro, pegou o celular e colocou aquela musica, Sexta do Mal de alguem que nao lembro quem .

Ai falou: Entao vem.

Eu levantei, e fui, começei a dançar com ele a musica, um de frent pro outro, depois eu virei meu bumbum e sarrei gostoso na rola de Matheus, senti ela dura na hora.

Suas maos tambem, no mesmo instante foram no meu bumbum, alisando e apertando ele, senti meu vestido subir e deixei, mostrando meu bumbum .

Matheu olha e diz : Caralho ,vc está sem calcinha.

Eu poio as duas maos na perna do Indiao, e fico olhando para ele, enquanto rebolo minha bunda no pau de Matheus, que alisava ela, olho para meu mairdo, aos beijos e amassos com amenina, que depois ficam olhando a cena .

ALiso a mao no pau do indiao por cima da calça que já estava bem duro, ele o tira pra fora, e eu caio de boca naquela rola, enquanto sou bulinada pelo Matheus, que roça em mim, dando tapas na minha bunda, e brincando com minha bct.

Depois eu inverto, abaixo na frente do Matheus e mamo ele, dando mais atencao para o menino , afinal ele não havia transado com ninguem rs.

Depois volto na mesma posicao que eu estava antes, com a boca na rola do Indiao e a bunda empinada, que agora recebe na bct a rola de Matheus , que fode gostoso e com força.

Olho para meu marido e vejo Leitica mamando gostoso na rola dele, e logo em seguida ela kikando nele sentado no banco.

Termina a transa, com Matheus gozando na minha boca e Indiao na minha bucetinha, enquanto o dia começava a nascer, e meu Marido cochilando no banco, com a menina deitada com a cabeça no colo dele.

Depois acordo meu marido e voltamos para nossa casa, dormimos o dia todo acordando umas 14 horas da tarde, de ressaca.

Conto pra ele tudo que fiz, alem do que ele tinha visto, ele adora saber de todos os detalhes e combinamos voltar mais vezes no baile funk.

Passamos o resto do Final de semana bem de casalzinho mesmo, transando, e fazendo coisas de casais.

Fim <3 .

Espero que tenham gostado, por gentileza comentem

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
21/08/2019 23:21:48
Menina vc é linda e seus contos são muito safados,que tesão imaginar vc toda linda fazendo tudo que diz nos contos!!!nota 10queria um videozinho seu,seu marido nunca fez não meu email é
08/08/2019 11:49:24
Nota 10. Quando puder, dá uma olhada nos meus. Bjs.
08/08/2019 11:49:10
sensacional
26/07/2019 18:41:14
Amei.... Seu conto.... Só faltou uma DP.... Indiao Matheus te fudendo, eles gozando em sua boquinha de puta
23/07/2019 22:03:16
Gabriela Lela, delícia de conto! E como vc é safada e fácil... que delícia! Aliás, adorei a foto... Ganhou um fã! 10!
13/07/2019 02:24:20
Uma delicia de conto, adorei!!!
24/06/2019 10:52:53
Showja passei algo parecido com minha safada, só não era baile funk.
24/06/2019 08:28:11
Eu sou passivo 52a procuro um marido pra mora junto Moro em SP ZS mande email Skype. eddie
16/06/2019 01:02:05
Muito bom seu conto,gostaria de receber fotos sua. Email:
15/06/2019 18:47:21
Maravilhosos seu contos, vc e seu marido são bem safadinhos
15/06/2019 18:18:41
Queria ter uma puta assim dentro de casa, manda a foto
14/06/2019 08:11:22
Maravilhoso, gatas vamos tc? chama no whats....ONZE.NOVE, SEIS,UM,TRES,OITO, TRÊS,TRES,QUATRO,OITO MARCOS BJS NAS PEPECAS.. podem mandar msgs gatinhas..os amigos que gostam de dividir a mulher pode chamar também...
14/06/2019 03:30:47
Que delicia de conto Gabriela. Sinto muito por eu não estar nessa festa, aliás, por não pegar vc! Amei seu conto.
14/06/2019 01:14:36
Excitante demais
13/06/2019 17:15:02
gostei muito do conto voce deve ser Uma delicia manda umas fotinhas suas
13/06/2019 11:44:10
Delicia de mulher
13/06/2019 11:27:15
Li todos os seus contos cada um melhor q o outro....bati várias em sua homenagem....
13/06/2019 11:15:04
Caramba q delícia queria estar neste bile tbm parabsarrar e foder vc muito.parabens ótimo conto
13/06/2019 06:23:12
Demais
13/06/2019 05:58:30
Linda, sincera e com atitude! Merece nota 10, meu sonho é conhecer você pessoalmente, pena não ser aqui do Rio de Janeiro...8( Seria sensacional curtirmos as noitadas cariocas juntos.

Online porn video at mobile phone


contos eróticos gosei no pal do sogro taradotia de shorts grudadinho dandoXVídeos mulher lavando roupa no tanque com pegada e******o que fazser vi um porno sou casada . Eu pequei o que fazservideos porno irnao irna do xxvideosMeu voyer filhomachostesudocontos eu meti meu picao nela sem pena incestoContos eriticos .como virei escrava do vizinhonegaoconto levando minha filhinha no ginecologistahomens gays a mamar na piroca vavada de leitepornô anal com mulheres dando rabão gostoso tesouro com perna tá tendo mais daqueles bem quente mesmoflagas pirno homem motrando pau gozando pea novinha coriosa dentro de onibuscontoerotico com mulher casada e negroconto erotico/gay asistindo percy jacksonconto erótico sentada no colinho do tio de sainha curtinha e gosando gostosoleitinho do papai contos inocentedois molequer revezando a novinha no murobundinhametecontoerotico eu namorada mae e tioporno loira olhos azuis coxa grossa rabo grande peituda cabelos longos metendo como uma cadela no cioxxxvidos buchechinhasvoce ficara ipinotizado negao xxnnporno homem pega sua mulher com seu amigo e ao inves de briga fica só olhando e se masturbando escondidocontos erotico de puta querendo rolacasaraoxvideosmeninas brincando de esconder e sendo abusada sexualmente contosemtiadas xvdistorias mulheres estrupadas no cu virgem pau grande elas quase morreuputao de esteio chupador rsC ok contos eroticos submissa fazendo um dp com o vizinhopornogratisxvideos comendo afminado loirinhaconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancosinhá contoscoroa lenbi pinto bebi porrapoño.irma.tocaia.irmao.tomando.baiocontos eroricos anal de gerro rolufo fudrndo o cu dad sograzrapaz passa oleo no cu grande da loira empura a bica ate gozarfilha minha femea contoCont erot a costureiraesse cachorro foi preparado para fuder buceta de mulherconto meu sobrinho cheirou minha calcinhaContos eróticos de incesto mãe tarada descabacando filho dotada com fotospatricinha do olho azul vai perder virgindade com irmao e fica cheia de frescura e chorando com dor video pornoXvideos. Esposinha de vestidinho piscando a xerecameu enteado me engravidou contoscontos erotico de puta dando da a buceta pro mendigocontos eiroticos leilapornsafada se solta no swing contosbucetao da mae fazendo muito barulho quando o pauzao entra dentro do seu bucetao cabeludo videonovinhas deitada dentro de casa na cama com compasso de shortinho todo enfiadomenina pequena pula muro para calça priquito da mulher casada XVídeosDormindo e pai comendoxx.comsubornei meu primo gay pra comer elecontoerotico namorada e mae putas do tio jorgeminha prima deixou cheiro do cu mo meu pau contospornozinho.irmao.da.pica.gigante.mente.na.irmamulher encapetada sexocontos eroticos casada viu pauzao do mendigoconto de sexo com cunhadanovinha g****** pelo c****** o carbono tudo no c* dela e ela gritaX porno ceducindo vidraseiroesposa prostituta bunda flaçida e mole cuzao contosmenina muito novinha vai assistir filme porno com seu irmão caralhudo e acaba deixando ele tirar sangue de sua inocente bucetinhaContos eroticos comendo o cuzinho do guriquero ver video da a mulher memesia a buceta o cuvideos de bucetas intaladas na rola grossalinda sainha mostrandi fundil da calcinhamotoqueiro gay passivo contoO Irmão Ogro contos incesto completomulher com bermudacurtinha paceando na ruao DIU forçando a sobrinha chupar o pau delequero ver encostadinha no ônibus cabecinho falando com a rola de fora enfregando na mulherxoxotas gostosas morenas atirar espermacontos eróticos comi o cuzinho e dominei minha prima putinhagostosasyoutubexvideosmulherres nua guiquando na pika do paiContos eroticos incestos bato todos dias punhetas para minha filha paulacontos de incesto maê pega filho roçar o pênis no grelo da maeVou contar o primeiro chifre com caseiro do sitioprimos flagrados fofemdo no porao da familhacontos eroticos dei pra papaixvideos gay pega medingo na rua e leva p casacontos erodicos comi minha neta