É dando que se recebe

Um conto erótico de Marcelo
Categoria: Heterossexual
Data: 12/07/2019 12:55:55
Última revisão: 09/09/2019 23:26:27
Nota 10.00

Já fazia um tempo que eu estava namorando a Lúcia. Ela é uma menina bem simpática, simples e divertida. Tem uma bunda de dar inveja, mas os seios são pequenos. Nada que a deixe menos interessante, pra mim era perfeito, mas ela sempre se queixa que podiam ser maiores. E se tu queria ver a Lúcia brava era só falar alguma coisa dos seios, podia elogiar e ela já te olhava estranho.

Ela é um Tesão na cama, com T maiúsculo mesmo. Mas não queria dar o cu de jeito nenhum. Se fosse hoje, depois de tudo o que já me aconteceu, eu deixaria assim, mas na época eu tinha uma tara louca por cus. Tentei convencê-la de várias maneiras. Conversei, meti um dedo enquanto a gente transava, mas não tinha jeito.

Um belo dia a gente estava na cama quando eu ameacei meter o cacete e pronto. Ela levantou correndo e foi pra janela. Eu quis ir atrás dela e ela disse que não. Foi tipo: "NÃO!" sabe? Curto e grosso. :( Então eu fiquei ali olhando pra ela com cara de arrependido e ela olhava pro outro lado da rua pela janela no momento em que disse:

- Só dou com uma condição.

- Qual?

- Se tu me der o teu primeiro.

- Kkkkk! Como tu vai fazer isso?!

- Sim ou não?

- Tá!

- Tá o quê?

- Tá bom!

- Beleza!

"Ela fez aquele sorrisinho maroto! Pts, o que ela vai aprontar?" Pensei eu. Ela então pegou as roupas e se vestiu rapidinho

- Espera aqui

- Onde tu vai?

- Só me espera, tá?

Ela saiu do quarto, eu ouvi quando ela pegou as minhas chaves e bateu a porta do ap. "Que diabos ela vai fazer?" Foi aí que eu me dei conta! O que tinha mesmo no outro lado da rua? Uma sexy shop! E se ela tava falando em me comer, o que ela compraria lá mesmo!? Lá estava eu sentado na cama com as mãos na cabeça.

O pior é que não era só um ataque a meu rabo, era um ataque a minha dignidade, porque eu conhecia as meninas que atendiam naquela loja. Elas sabiam que a Lúcia era minha namorada e elas iam ver quando ela entrasse na porta do meu prédio. Ou seja, elas iam saber bem a onde a Lúcia ia enfiar aquela coisa! E mais, eu dividia o apartamento com outros dois caras. Um deles estava viajando, mas o outro, o mais debochado, estava lá no quarto ao lado.

Em menos de vinte minutos ela estava de volta. Chegou com uma sacola vermelha e tirou aquele negócio de lá de dentro pra me mostrar. Era um pinto roxo preso numa cinta. Quem diabos ia querer um pau roxo? Ela tirou a roupa e vestiu a cinta enquanto eu só olhava ali sentado na cama com o travesseiro entre as pernas.

- E aí, vai ficar de quatro ou o que? Ué? Não é tu que disse que não doi nada, que é só relaxar e aceitar?!

Eu e minha língua grande!

- Tá bom!

- Vai, fica de quatro.

O pior é que ela falava alto, e eu não sei o que o meu amigo estava fazendo, mas ele estava muito quieto naquela manhã. Fique de quatro então. "Relaxa cara!! Relaxa!". Era uma coisa muito estranha ficar ali com o pau e o saco pendurados enquanto tu espera que outro cacete, um cacete falso ainda por cima, entre em você. Eu sentia como se tivesse traindo o meu pau, queria pedir desculpas pra ele. Ainda bem que não tinha nenhum peido pra sair na hora, porque eu realmente consegui relaxar. E quando eu vi entrou aquele negócio gelado e duro. Deu uma dorzinha na boca do cu, mas já era. Dei um pequeno gemido, mais de susto que de dor.

- Tá doendo?!

- Não

- Tem certeza?

- Vai logo!

Felizmente ela comprou um negócio pequeno. Então ela começou a socar uma, duas, três, quatro, cinco vezes.

- Nossa, como isso cansa!! - desse ela.

Ela continuou socando até que eu comecei a sentir uma sensação diferente. Pior, cara, que estava começando a ficar gostoso! De repente eu percebi que eu estava gemendo igual uma mulher, só que com a minha voz grave. Mas foi muito natural aquele gemido, era como se tivesse um botão de play lá dentro do rabo porque aconteceu de forma bem inconsciente, não foi de proposito. Mas aí ela parou pra perguntar.

- Tá tudo bem aí?

- Ah Deus!

Eu levantei, virei pra ela e disse.

- Tá, tu já me comeu, agora é a minha vez!

Tu já sentiu pena da menina quando ela te olhou com aquela cara de cão sem dono? Ela ficou ali me olhando, tirou a cinta devagarinho com aquele olhar triste e se virou ficando de quatro pra mim. Eu me senti culpado, quase não fiz, mas meu orgulho ferido falou mais alto.

Peguei o lubrificante que ela usou em mim, passei no pau e encostei ele na boca do cu dela. Ela afundou a cara no travesseiro e ficou bem quietinha. Mas estava apertando o cu com toda força, era impossível meter assim.

- Relaxa!

Vi quando ela relaxou e meti a ponta bem devagar. Ela fez um som com a boca de "hmmm" que foi ficando cada vez mais agudinho, começou a apertar o lençol com as mãos e apertou meu pau com tanta força que a ponta escapou.

- Calma, relaxa...

Assim que ela relaxou novamente eu meti de novo e fui enfiando aos pouquinhos. Ela apertou de novo, mas aí já estava mais da metade dentro. Meti até o fim. Ela ficou paradinha, não mexia um músculo e não fazia um som. Então eu tirei um pouco com cuidado e meti de volta. Ela não fez nada. Eu tirei um pouco de novo e meti de volta um pouco mais rápido. E um pouco mais rápido e mais rápido ainda. Ela não contraiu mais, estava aceitando. E eu só aumentei o ritmo. Quando vi, eu senti que um líquido estava respingando nas minhas pernas. A danada tava com a xana mega molhadinha!!

- Mas ah mulher!!

Deu um tapa na bunda dela e agarrei ela pelos cabelos fazendo ela levantar a cabeça. Ela agora gemia sem parar. Já tava até pedindo pra eu meter mais rápido. Aquele cuzinho era tão apertado que tinha que tomar cuidado na hora de meter pra não quebrar o pau.

Ela agarrou minha pélvis com a mão, achei que ela queria parar, mas não, ela fez força pra que eu metesse mais rápido. A safada tinha descoberto o que é bom! Hahaha! Gemia sem parar e alto, a guarda da cama batia violentamente na parede. Não demorou muito até eu gozar.

Depois que ela foi embora meu amigo veio me perguntar o que foi aquilo.

- Nunca ouvi ela gemer desse jeito, cara! No início eu até achei que era tu gemendo, mas depois vi que era a voz dela!

Ela não levou o brinquedo com ela quando voltou pra casa. Eu não sabia o que fazer com aquilo, então meti debaixo da cama. Só não me dei conta de que meu amigo tinha um cachorro que volta e meia brincava embaixo da minha cama. Não demorou até que aquele negócio roxo fosse despedaçado na sala de estar. Por incrivel que pareça ninguem me perguntou o que era aquilo.

Mas o pior foi quando eu encontrei as meninas da sex shop numa caferteria próxima de casa. Elas estavam todas tomando café numa mesa enquanto eu comprava um cafezinho no balcão. Uma vez eu tentei alguma coisa com a mais bonitinha delas, uma ruiva, mas ela não quis nada comigo. Mas naquele dia ela olhou pra mim com um sorrizinho maroto e deu uma piscadinha. Depois ela falou uma coisa baixinho com as outras e todas começaram a rir. Ah, eu não sabia aonde meter a cara!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
05/08/2019 06:40:06
Muito bom. Parabéns. Essa namorada lembrou uma ex minha
30/07/2019 18:06:49
Eu tenho 52 anos procuro um companheiro Fixo, ou algo mais....se possível que more em SP na zona sul .... não curto versátil.... Email Skype eddie
12/07/2019 19:55:36
Que delicia
12/07/2019 18:55:59
KKK! Muito bom! Dá uma olhada no meu conto " A Rainha das Trevas" que tem uma pegada similar
12/07/2019 14:09:33
ahah muito bom, engraçado e excitante, conte maisssss bjs
12/07/2019 13:49:38
uauu que delicia de experiencia hem amigo

Online porn video at mobile phone


eu com 28 anos de idade minha noiva linda e gostosa com 20 anos de idade ela casou comigo virgem da sua buceta e virgem do seu cu eu e ela na nossa noite de núpcias eu dei um abraço nela eu dei um beijo na boca dela eu tirei seu vestido de noiva ela deitou na cama eu comecei a chupar seu peito eu disse pra ela sua buceta virgem raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta virgem ela gemia ela gozo eu disse pra ela chupar meu pau ela pegou no meu pau ela disse pra mim você tem um pauzao ela chupou meu pau ela disse pra mim pra eu mete meu pau bem devagar na sua buceta virgem eu disse pra ela eu vou tirar sua virgindade da sua buceta com carinho eu fui metendo meu pau na sua buceta virgem que sangro eu comecei a fuder sua buceta ela gozo ela disse pra mim eu quero dar meu cu virgem pra você conto eróticoConto gay com o padrasto coxudocontos minha mulher aceito levar um doutado de26cm para nossa camasexo torrido e desejoler contos eroticos de padres reaisvovo sonda a neta no banheiro e fode sua buceta a forca sem ela querer pornonegao pasado opau na bumda da kasadacabine erótica pornordoidochule contotabareu xvideosver video de porno mae e filhabem novinha pulando no pau bem grossodeu o cu si arenpendeu pornoxvidios mulheres fundeno na ginástica conto sexo madruga com frorindapeguei meu amigo nu no quarto e batemos uma punhetaxxvideoirma dormi na cama do irmaoescravo comendo escrava no qyarto da sansalaxvidio flutuando de minisaiaporno pai entrega a filhinha virgem para o agiotaXVídeos cavalgando papai notado fininho fininhocontos eiroticos leilapornvovô idoso chupando o cuzinho do Netinho o pinto contos eróticoscontos de sentadinha com o cuzinhoeu, minha namorada, minha namorada e meu tiocomendo o meninos da igreja contos gaysporno-casados-fas-porno-pelo-buraco-da-paredeenteada morena da bunda empinada dando ocupadocrentes infieis dando cu para cacetudoxvideo mulhere. na ludimeu contos dei para meu cunhado marido da minha irmãmulher goza varias vesis com outra mulher efiandu a mao na busetaGorda e estrup a dápor marido XVídeosconto erotico chatagiada e obrigada a ser escravacontoerotico.com/ irma8mulher danto o cu pra um homecom o ppu mais grante do mintosou adepta a zoofilia virei cadelaCamareira Contos Eroticos boquete da primapatricinha lindacorno prefere se masturbarxvideos dificil pra vc lukaTirando uma lasquinha do cuzinho da minha filharelatos eroticos tirei os cabacinhos dos dois visdinho novnhos como choro pau grandemenina vigen metno udedo nabusetaporque os atores de porno ficam mais tempo enrijecidosver vidio defilho meteno .na mae gozano na buceta delawww.casadoscontos.com.br.texto-o doce nas suas veias (Capitulo 6)Contos pornos-fudi a mendigavídeos de sexo com a titia sobre a casa escondida e sobre brincando de castiçaisvovo sonda a neta no banheiro e fode sua buceta a forca sem ela querer pornocontos cuzinho da RobertaXnxx esposa do concunhadoContos gays pegado a forca por grupinhos na infanciacontos eroticos uma semana para ser adestradacontos pequenina e punheteiraContos eroti cpcache:I20bmnqm678J:gtavicity.ru/texto/2016115 tirando a virgindade do c* da novinha de fidelidade arrumadinhonefinhas gostosas fodendo muitoconto erotico esposa traida se vinga e da seu cu virgem pra dotadocontos eiroticos leilapornporno de lobo mal gozando muito no cu da ovelhinha bundudabaixa xvideo coroa venhia nao gueto pica dxisvido tia sobria dorminovidio porno de estrupo nas casas com taradodos comendo de bruso para a baixa no celularcontos eiroticos leilapornxcideo tiasexo com a nora gostosa no sofá deitada no colotia dando pro subrinho xx vedeosfamilia sacana tufosimcesto com meu papai que pica enormepapaipenis gigantao punheta boqueteLipesonhador-CASA DOS CONTOS |zdorovsreda.ruConto gay com o padrasto coxudoaquele vidio acadelinha falano da sograconto erotico gay negao pirocudo maltrata viado brancoos viodeos de sexos os dotadoes das piconasanythingvocê vai aguenta minha pica inteira vadianovinhapubiscontos eriticos inquilino quarto fundosconto erotico casada crente no trem Nao pudia ter acontecido Contoscontos eroticos de netas bizarros mamando nos peitos e greloso marrento cacetudoconto mamae dormia de calcinha atolada no cuxvídeos haveria sobrinho pega tia dormindo com o* dela da salsichaflagrei minha tia peituda com consolo no cú eu dei uma mãoler contos eroticos de padres reaisvideo sexo mulherzinha nova traindo seu marido com cunhado mulekãovídeo de sexo com mulheres acorrentada em senzalaas pornotia de leg balacado as pernas abertas xv.novinha loirinha de onzeanos bucetinha enxadinha transando com papaiContos eroticos eu e minha amiga viramos putinhas desde pequeninha