Trepando com Papai dentro do Carro

Depois de uma noite de raios, trovoadas e queda da energia elétrica… E de ter sido comida pelo meu pai enquanto minha mãe dormia ao nosso lado na mesma cama, que pertencia ao casal, acordei na manhã seguinte e do meu quarto ouvia uma discussão entre meus pais. "Fodeu! Ela descobriu", pensei.

Minha mãe reclamou que papai dormiu sem tomar banho e estava fedendo e emporcalhando a roupa de cama.

— Você saiu com alguma vagabunda, né? Depois veio com a desculpa de estar preso no alagamento.

Meu pai contornou a situação com sua lábia, como de costume. E minha mãe deu uma rapidinha com ele, mesmo o homem estando com odores estranhos; isso também era costume. Fiquei aliviada por não ter sobrado pra mim.

Horas mais tarde estava no colégio e fui repreendida seguidamente pelos professores por causa da minha falta de atenção; ainda estava viajando na loucura daquela transa durante a noite, e nos orgasmos mágicos que senti.

Depois das aulas voltei pra casa e fiquei ao celular com uma amiga de confiança até o anoitecer. Puta merda! Minha mãe chegou. Levei um esporro, pois ainda nem tinha tirado o uniforme do colégio e esqueci de escolher e colocar o feijão de molho. Ela mandou que eu fosse correndo ao mercadinho para comprar queijo e presunto, faria um risoto para o jantar.

Papai chegou quando eu estava no portão e nem entrou em casa ao saber aonde eu iria, disse que me daria uma carona. Chegou em um carro batido que comprou, depois mandaria fazer reparos e revenderia obtendo lucro. Ele vivia desses lances, não tinha um emprego convencional.

Saí com papai. Falou que me deixaria em frente ao comércio e depois guardaria o carro em um estacionamento — em casa só havia duas vagas e já estavam ocupadas. No entanto, o sem noção passou direto pelo mercado, explicou que voltaria comigo para as comprinhas. Não achei ruim, porém, fiquei apreensiva quando ele conduziu o veículo até o fundão escuro do estacionamento. No mesmo instante começou com putaria puxando-me em um beijo sem ao menos falar nada da noite anterior ou perguntar se eu estava a fim.

Depois o safado, usando o seu físico avantajado, posicionou-me deitada no banco, com a cabeça virada para a porta e as pernas erguidas a noventa graus, retirou minha calcinha e caiu de boca na minha boceta. Não conseguia nem raciocinar com a intensidade das suas investidas. Na sequência fui puxada pra cima dele, sentada em seu pau. O pervertido enterrou aquela vara na minha boceta como se eu fosse uma vadia qualquer… Caraca! Fiquei até sem fôlego, parecia que aquela coisa não tinha fim, acho que subiu até minha garganta. Ele segurou em meus sovacos e fez-me subir e descer com cada vez mais brutalidade, urrando no compasso das batidas que minha bunda davam em suas pernas.

Tive minha parcela de culpa naquela perversão, pois deixei que fizesse de mim uma marionete. Fui submissa curtindo e gozando de montão. Não me arrependo, em razão de ter sido demais quando ele ejaculou dentro de mim quase me matando de prazer. Nem pensei em gravidez, apenas saboreei cada pulsar do seu pau em meu corpo e degustei toda aquela adrenalina.

Ainda não tinha acabado, apesar de eu estar quase morta em seus braços. Com a mão esquerda em meu sovaco ele ergueu-me como uma boneca, com a direita ele pegou seu pau melado de porra e roçou em meu ânus forçando a entrada. Eu nem sabia mais onde estávamos e que poderia sofrer com uma dor imensa, eu só queria senti-lo dentro. Apoiei minhas mãos em seus ombros, abri minhas pernas o máximo que consegui e com meu cu piscando de tesão o movimentei levemente sobre a cabeça do seu pau o sentindo invadir-me… Ahhh! Eu ia gritar a toda voz quando ele começou a rasgar meu buraquinho. Porém ele jogou-me no banco ao lado.

— Se arruma, Mila, tá vindo gente!

Ajeitei a minha saia do colégio que estava na altura da cintura e recompus minha camisa desabotoada antes que o homem da portaria parasse ao nosso lado. O moço disse que já estava fechando. Meu pai respondeu que iríamos em um minuto. O homem insistiu que tínhamos que sair de imediato e ficou nos observando com cara de poucos amigos até sairmos fora.

Fiquei morrendo de vergonha, aquele homem deve ter sacado tudo. Ainda por cima, a minha calcinha ficou no carro, pois nem sabia onde meu pai a havia jogado. Também nem poderia vesti-la com o sujeito nos olhando.

Quando estávamos na rua, o cafajeste do meu pai, sem comentar nada sobre ter abusado de mim, disse para eu mandar um beijo para minha mãe, pois ele iria tratar de negócios com um amigo e chegaria mais tarde. Na verdade, ele encheria a cara em algum boteco com outros bebuns. Antes que eu respondesse ele tirou algo do bolso e me deu. Era uma cartela com dois comprimidos.

— É pílula do dia seguinte, tome uma assim que chegar em casa, e outra amanhã cedo, sem falta! Meu anjinho não quer engravidar, né? — Nem preciso dizer que sua mãe não pode ver isso, entendeu, Mila?

Que descarado filho da puta, ele estava me tratando como uma vadia e, não, como sua filha.

— Não direi nada porque eu também estaria ferrada, mas bem que você merecia. E não mandarei beijo nenhum. — E vê se não passa a noite fora outra vez, pois você tem família.

— Esse é o meu anjinho — disse ele, sorriu cinicamente e se foi para um lado. Magoada e cheia de sentimentos de culpa eu fui para o outro.

Fim


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
14/08/2019 17:57:58
Secret Island, mande um e-mail pra mim explicando como eu acesso o seu "trabalho", para eu ter uma ideia antes de dar autorização. Por gentileza, mande com este e-mail: para eu saber que é você. O meu:
14/08/2019 17:53:21
Agradecida, gente, por tanto carinho. beijo em todos os corações.
14/08/2019 14:41:30
Legal, sem rodeios, rápido e excitante.
14/08/2019 14:35:26
Muito bom!!
14/08/2019 07:33:06
Que tesão
13/08/2019 22:12:15
Muito bom
13/08/2019 19:03:13
Mas voce escreve muito bem, Kamila. Leva nota máxima. Entre em contato com o nosso email para que nos autorize a publicar seu conto por email para os leitores da Secret Island e ao mesmo tempo passe a receber nossos vídeo contos. Beijo do MOD (Secret Island) - Email:
13/08/2019 16:08:00
que delicia Milla..tú não presta menina... Sempre caindo na labia desse sem vergonha...kkkkk
13/08/2019 12:56:34
Excelente

Online porn video at mobile phone


Xvideos. Esposinha de vestidinho piscando a xerecacontos eroticos pastor comedor de mulher casadafasse%20x%20pornojacsom viu a irma de chortinho nao resistiuxvideo caiu na net, na maradinhoscasada fodechamando o nome do comedor porno portuguêsmulher embriagda gosta ou nao do sexo?fotos de bundas bonziadas nuasnoiva casa e não sabia tamanho iria infartar pornoconto erotico gay dei sonifero pro meu filhinho e comi eleponodoidosogroprimos flagrados fofemdo no porao da familhapadastro de 45 cm no cu da intiada de 24 anosxvideo amador teens assustada quando entro de na xoxota de bruço xoxota.madames trepanfoempresario comedor de casadas cssa dos contos eroticos"felipe e guilherme - amor em londres"rapaz passa oleo no cu grande da loira empura a bica ate gozarwww casa do contos filha e netinha comcontos eu meu marido e bisexo no onibus com filha contos pornowww casa do contos filha e netinha companuqueti gemendo e gosar no pau porno brasilcontos eiroticos leilapornXVídeosporno Malícia pareicontos eroticos - an american taleela gosta q catuca degavar o grelinho delaa empregada coroa rabuda ajumentada dando ao negaomeu enteado minha perdicao bucetachupei meu genro cavalo de pau contoDavizinho Davizinho perdendo a virgindadepitiu comendo o priquito da mulherrapaiz d cueca xvidiofilinha novinha chega. colegio corre senta colo pai pra senti pau pai vibra na sua bundinha contoscontos eroticos sobre eu virgem com minha amiga e um vibradomulherez gosando xvideoquero ver história do passado de homem de pau grande e grosso que gostava de comer um cu de homemconto erotico malu marretaIsac -Hugo |Contos Eroticos zdorovsreda.rucontos eiroticos leilaporncontos eroticos na escola com inspetor. shortinho fino sem calcinha da sogra contosfotos de cu gay gg caseraspadastro de 45 cm no cu da intiada de 24 anosx novinho fundeno papai e mamaecontos pornos sexo amado cabra do pau grandeContos chupando a buceta da janara casadafilme de sexo da Gretchen filme de sexo da Gretchen mostrando o peito dela a bunda cheirinho na bocaxixvideo que machucou e nao deixou eu irfis sexo com a filha da vizinha com dez anos ela ja bem putinha contos eroticospaguei mas gozei gostoso na filha evangelica da empregada minha contosconto + de conchinha com meu filhoconto o corno manda faze uma tatuage na buceta da minherdeixo eu mancano xvideocontos eroticos de Shirleycontos gays de meninos passivinhos com machos maduros/dando meu cuzinho aos homens desde meninoimagens e videos de coroas tesudas metidas no sexo kente ate esporrar fora e mostrando a cona inchada com labios longosCoroas bundonas fudendo muito e chorando napiçaxxvideosnovinha aprendendo achuparnoviņha bem excitada gozando cai na net.comNovinho dotado fudeu a bucetinha da mocinha e arrancou as pregas do cursinho delaCONTOS EROTICOS-XXX.com-O foce nas suas veias (Capitulo 19)dopei minha esposa pornocontos.eróticos gay o negro da rola grossa e cabeçuda me arrombou e virei sua esposa eContos eróticos de mãe e filha peidapai t***** atola a rola no c* da colegial r*****Conto erotico velho taradoContos eroticos novinhos que gostao de pica pretapadrasto infiando a mão xvidiovidio porno bate popa vol casadaconto fudendo ocu da maninhaxx pornô quero ver minha vizinha casada benção