HUGO: A HISTORIA DE UMA PUTINHA (o pitbull quase me fudeu)

Um conto erótico de MALCRIADO
Categoria: Homossexual
Data: 08/10/2019 01:20:43
Nota 10.00

Hugo estudava no quarto ano do ensino fundamental, era um menino inteligente, educado, muito bem falado pelos professores. As vezes o achavam um menino triste, muitos afirmam ser por causa do falecimento da mãe, que morreu a três anos, mais até hoje abala o garoto. Agora Hugo morava só com o pai e o irmão Jay, na favela morro da penha.

Além de Hugo ser triste pela falta da mãe, o menino sofria muito preconceito por ser da favela, e quando o irmão o vinha pegar na escola ninguém se aproximava deles, Hugo ganhara uma bolsa de estudos, em uma escola bem falada do rio, algumas horas da favela onde morava. Jay era bem diferente de Hugo, era negro, corpo forte, usava um brinco prata na orelha direita, e vivia com um sorriso de moleque piranha no rosto. Jay tinha 18 anos, era alto, 1,77cm e quando chegava de moto para pegar um garotinho moreno clarinho de cabelos cacheados cor de caramelos e olhos verdes escuros, até os professores se preocupavam. Mais Hugo já explicara que era seu irmão mais velho que o vinha buscar na escola.

Hugo agarrava a cintura de Jay, e sentia os gominhos firmes de sua barriga, isso o arrepiava, o fazia sentir uma queimação dentro do corpo, fazia-o tremer. Jay pilotava rápido e não sentia os dedos pequenos e curiosos de Hugo alisando de leve sua barriga. Hugo descia as mãos lentamente pela barriga do irmão, mesmo sem perceber. O menino sentiu quando seus dedos tocaram o ferro frio da fivela do cinto do irmão. Desceu um pouquinho mais, até encostar uma parte de sua mão no volume entre as penas de Jay, Hugo quase vomitara com tamanha velocidade que o coração palpitava, em segundos o menino subiu a mão pela barriga até parar em cima do umbigo do irmão.

Quando Jay acabou de subir o morro que levava até a cosa que moravam, Hugo tirou sua blusinha branca do uniforme escolar e correu para o quarto, o menino jogou sua mochila na cama e tirou ser short cinza, também do uniforme escolar, ficando somente de cueca slip branca, daquelas que a parte que cobre o pinto é mais branca que o resto da cueca, que tem uma transparecia que contrastava bastante no bumbum clarinho de Hugo. O menino estava de meão branco que chegava nos joelhos, mais não os ia tirar, gostava de ficar de meão, o jovenzinho apenas arqueou as costas, deixando o bumbum para frente da porta, e desamarrou os sapatos. Jay entrou no quarto para falar com Hugo, viu o menino tirando os sapatos.

- O pai disse que não demorasse para descer, o rango já ta na mesa. – Hugo responde só com um ¨huhum¨ e continuo tirando os sapatos. Jay olhou para o bumbum do irmão, naquela posição que o garoto estava, suas nadegas se abriram, deu uma olhando para ver se conseguia ver o cuzinho do irmão, mais Hugo se ergueu fazendo na cueca entrar na sua bunda. Jay deu um riso safado e saiu do quarto. Hugo correu para a cozinha, viu o pai na mesa, seu pai era lindo, negro forte, com tatuagens (muito parecido com o ator pornô Knockout), correu e o abraço, dando-lhe um beijo no rosto. O pai, Davi, conhecido por pitbull, devolveu o abraço, a mão direita alisou as costas do menino, e encostou de leve no bumbum grande e largo do menino e o deu uma palmadinha. Hugo herdou a bunda de Lisa, sua mãe, que tinha uma bunda larga, grande que atraia muito os homens.

Depois de almoçaram Jay, pitbull e Hugo sentaram no sofá para assistirem um pouco de TV, assistiram alguns desenhos até que Jay disse que iria sair para a casa da namorada. Pitbull subiu para tomara um banho, Hugo ficou sozinho assistindo na sala. Pouco minutos depois o pai do menino desce, vestindo um samba canção verde escura, e pedi para deitar no sofá, Hugo deixa o espaço para o pai e depois senta em cima de sua barriga sarada, enquanto pitbull alisava as coxas do menino. De vez em outra pitbull olhava para o filho e via o quanto se parecia com a mãe do mesmo, era um menino lindo, aqueles cabelos cacheados revoltos e grande, quase na metade do pescoço, o deixavam parecido com um anjinho. O anjinho do pai.

Pitbull trabalhava em uma construção na cidade, passava horas em pé, e seus pés estavam o matando.

- Filho?

- Oiih papa?

- Poderia fazer uma massagem nos pés do papai? – Disse pitbull com um sorriso branco encantador.

- Claro papa – Hugo sentou de costas para o rosto de pitbull, encaixou-se em cima do pinto do pai e agarrou seus pezões. Pitbull olhou a cintura fininha do menino, e o quanto ela ia crescendo e se alargando, formando a bunda de Hugo. De acordo com que o menino massageava os pés do pai, o quadril do garoto se movia, massageado, mesmo sem maldade, sem maldade para Hugo, o pênis de pitbull, que mesmo não querendo, era inevitável não ficar duro ali. Pitbull fechou os olhos e se deliciou com a massagem. Estava muito bom tanto as massagens nos pés, que ele estava precisando, como aquele movimento erótico sobre seu pinto. Pitbull inspira e solta o ar pela boca, ainda de olhos fechados o homem leva suas mãos grandes e fortes até a cintura do garoto, e o faz se mexer mais forte sobre seu pinto.

- Papa? – Hugo olhou para trás e viu o pai de olhos fechados mordendo o lábio inferior, o corpo de menino arrepiou-se e a queimação voltou a invadir o corpo de menino. – Papa.

- Shhhh... Continua meu pequeno. – Pitbull apertou a cintura do garoto, e acelerou a sarrada em cima do seu pinto.

- Papa – o menino alisava os pés do pai, descia a mão pelo calcanhar e retornava a subir para os pés. Hugo também fechou os olhos e viajou no calor que emanava do pinto duro do pai para seu bumbum.

- Ah – Gemeu Hugo, pitbull escutou aquele gemidinho fofo e enlouqueceu de tesão. O homem colocou a língua para fora e a mordeu, contraiu o pinto, subindo de leve o quadril para fazer foça no bumbum do filho, ao mesmo tempo que continuava pressionando e mexendo para baixo o quadril de Hugo.

Hugo caiu com a barriga em cima dos calcanhares do papai, e passou a língua em seu pé direito, foi passando a língua até chegar no dedão e dar-lhe um beijo molhado. Pitbull abriu os olhos e olhou para o garoto, seu coração acelerou ao ver a bunda do menino quase arreganhada para ele naquela posição, pitbull sentiu o pau pulsar, e soltou um gemido baixo e grosso. O adulto tira as mãos da cintura do garoto, com os dedos indicadores de cada mão, pitbull junta as laterais da cueca do garoto e soca no meio das nadegas do menino. Com a mão direita pitbull puxa a barra da cueca de Hugo para cima, e a cueca entra ainda mais no menino, deixando como se estivesse vestido de calcinha fio dental. Com a mão esquerda o homem tirou a cabeça preta e grossa da rola para fora do samba canção, a cabeça toda melada o deixou loco quando pitbull iniciou uma punheta. Hugo empinou a bunda e pitbull tirou o pau completo para fora, era bem grande, tinha seus 22cm, e parecia o cabo de uma enxada de tão grosso.

- Filho, abre a bunda para o papai abre. – Hugo ainda lambendo os pés de pitbull levou as mãozinhas para trás e puxou o máximo que pode das nadegas, as deixando bem abertas. Pitbull olhou aquilo, agora podia ver partes da beirada do cuzinho rosado do filho. Acelerou violentamente a punheta, fazendo baba voar a bater em sua barriga, de tão babado que o pau estava. Pitbull encolhia o pé com tamanho tesão que sentia, e o prazer que o invadia ao sentir a boca quente do filho em seus dedos. Pitbull tirou as mãos de Hugo do bumbum, agarrou o próprio pau e encaixou no meio das nadegas do menino. Depois de bem encaixado entre a bunda do filho, pitbull agarrou as nadegas do garoto e as pressionou contra seu pau, começou a subir e descer a bunda do menino, fazendo as nadegas do garoto masturbarem seu pau.

- Ah... caralho, como eu queria que você aguentasse pirralho – Falou baixinho, entre gemidos. Hugo parou de chupar os dedos do pai e ficou em pé em cima do sofá. As sensações gostosas de ter o pau do pai encostado ali deixaram o pobre menininho inocente louco. Pitbull olhou o filho em pé, arregalou os olhos quando viu o menino tirando a cueca e descendo com tudo em cima do seu pau.

- NÃO... – A cabeça rompeu as pregas do garoto, e o prazer que o menino sentira se transformaram em dor horripilante. Pitbull ainda sentiu as pregas do garoto apertarem seu pau antes do menino levantar gritando e se jogando no chão. Hugo ficou de quatro com o rosto no chão, ele chorava muito, seus olhos verdes brilhavam linda mente, seu nariz escorria e de sua boca escorria saliva. No chão Hugo passava o dedo no cuzinho, antes rosa agora vermelho, com sangue nas laterais. Pitbull sentou-se e ao ver o filho ali de cu aberto e saindo sangue, consequência da entrada abrupta de seu pau, o homem se masturbou furiosamente, ainda sentindo o calor do cuzinho do filho percorrer a cabeça do pau.

- Wow merda... haaaaa – Pitbull gritou em um gemido grosso e forte. Caiu de joelhos ao lado do filho e meteu um dedo rápido no cu do garoto.

- HAAAAAAAA.... NAAAÃO PAPAI – Chorou e gritou Hugo, pitbull sentiu o cuzinho do garoto morder seu dedo, e um tesão assassino percorreu seus músculos quando Hugo gritou. Pitbull tirou o dedo do cu de menino e enfiou na boca, sentindo o gostinho leve de sangue virgem e de suor, pressionou os olhos e urrou com um gozo forte no chão, quase acertando a raque da televisão. O homem caiu para trás, esticando as pernas e se encostando no sofá. Com o pau ainda escorrendo porra pitbull chamou o filho.

- Vem cá, senta aqui perto do papai. – Hugo sentou ao seu lado todo encolhido ainda chorando.

- ta doendo papa.

- você não deveria ter feito aquilo filho.

- mais tava tão bom que pensei...

- você ainda vai levar, não se preocupe, agora que seu cuzinho abriu mais será mais fácil. Não aproveitei naquela hora por que o susto que voce teve foi grande. – Pitbull agarrou o pau meia bomba com a mão esquerda, com a direita prendeu os dedos nos cabelos grandes de Hugo e o empurrou rápido contra seu pau. O pau de pitbull entrou todo de uma vez na boca de Hugo, fazendo o menino chorar e vomitar uma mistura grossa de saliva que escorreu pelos cantos da boca do menino. Pitbull ergueu o quadril e fudeu a boca do menino, segurando sua cabeça com as duas mãos. Depois de cinco estocadas rápidas pitbull soltou o garoto, que levantou a cabeça rápido demais e caiu sentado, todo cuspido e chorando, com a boca aberta escorrendo quantidade excessiva de saliva e os olhos molhados e verdes claros brilhando enquanto olhava para o pai.

- vai tomar banho moleque, ta do melado, depois deita um pouco e descansa, você vai precisar ta bem acordado a mais tarde.

Hugo levantou e foi para o banheiro.

ESPERO QUE GOSTEM, PFVR DEIXEM SUAS OPNIOES. QUERO MUITO QUE VOCE ME DEEM DICAS PARA MELHORAR E QUE ME FALEM ALGO QUE GOSTARIAM QUE ACONTECESSEM COM HUGO NAS SUAS AVENTURAS QUE SE APROXIMAM 

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
13/10/2019 10:41:53
Tesão de conto, promete ser uma ótima história
12/10/2019 23:04:15
VALTERSÒ me diz os erros para que eu possa ajeitá-los. muito obgd pelo comentario
12/10/2019 23:02:12
JOSEPH, PICHELIM E VGBISSEX obgd seus lindooo <3
12/10/2019 23:00:45
LEBRUNN obgd amorr pelo comentario, amei suas dicas, estou até usando elas. muito obrigad mesmoooo
12/10/2019 22:58:53
ATHENO obgdd, é que sei la... kkkkkk, não gosto muito de contos com papais assim
12/10/2019 22:52:40
GABRIEL.FLORIPA obgddd
12/10/2019 22:51:26
HANRYS obgddd
12/10/2019 22:51:03
NICKCU obgd gatto
09/10/2019 10:50:45
Continua
09/10/2019 06:51:07
massa demais, ansioso pela continuação!
09/10/2019 01:12:30
MUITOS ERROS NA ESCRITA. MAS O CONTO´ME PARECE EXCELENTE ATÉ AQUI. PROVAVELMENTE HUGO SERÁ A MENININHA DO PAI E DO IRMÃO. VEREMOS ONDE ISSO VAI PARAR. PARABÉNS.SÓ REVEJA OS ERROS POR FAVOR.
08/10/2019 10:48:01
Maravi, segue as dicas do Lebrunn, vai ficar perfeito
08/10/2019 09:57:02
Malcriado, tua narrativa é boa, densa, um tesão. Mas, já que pedes sugestões, vamos lá... Percebi que Jay, o irmão mais velho, também tem e desperta o tesão de Hugo, parece que a mãe dos meninos não está mais na família,e que vivem somente os três homens na casa, então sugiro sexo entre os três. Mas, vá devagar com Hugo, pois pareceu-me ser ainda muito novinho. Um carinho com ele cai bem, Jay ensinando preliminares a Hugo, seria ótimo, para depois Hugo fazer no pai e educá-lo a ser menos bruto com o filho na hora do sexo. Beijos na boca são um tesão e relaxaria Hugo enquanto os dedos salivados de Jay ou do pai deixaria o cuzinho dele laceado para receber as jebas, pois Jay deve ter puxado ao pai no tamanho do cacete. Lembre-se, quanto mais carinho e preliminares no caso de Hugo, melhor será a narrativa. Ponha o pai cheio de tesão para escalifar o cu de Jay que já tem 18 anos e já aguenta mangueira grossa enterrada no cu. Avante....
08/10/2019 08:50:54
Legal. Mas o pai poderia ser o típico e clichê ursao
08/10/2019 07:43:27
gostei muito
08/10/2019 02:51:48
Adorei, continua
08/10/2019 01:51:18
Continua pfvr esse tesão

Online porn video at mobile phone


vídeos de veias tirando a caucinha dando o cu pra velhonovinha deslumbrada com um casetaohistorias eroticas enteado bem dotado fudendo o cu vugem da madraataSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhawww.casadoscontos Negra escraviza brancaxvideo família sacana fazendo boquete malvadezacabeçao gg gosadas ptfila pra enrabala x vidiocomendo coroa. cabelo vermelho puta fasendeiracontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgecontos eiroticos leilapornconto eroticos lésbico putinha vadia vagabunda piranha fuder tapa na cara buceta xoxotaDo caralho-basquete-contoContos eróticos procurando aventura no clube de campomulher ficado vemelha de tato chupaocontos eroticos primeiri orgamos com meu irmaoVr vidios porno no xvidios do teste de fudelidadeconto erotico huntergirls71punindo escrava sadomasoquismoRuıva fudendocache:16t390C-nPAJ:zdorovsreda.ru/texto/201603559 conto eróticos ingravidei do meu irmão sou casada meu marido não sabe como gosei ne lewww.casadoscontos Negra escraviza brancadescabaçada pelo primo relatamostrano a mae a pica duracontos eroticos de padastrosogro safado e roludo esculacha nora pornodoido.comconto gay acordei com a pica do meu irmão atolada no meu cúyoutube tarado comeusobrinhas sexaul tirado a roupa nuaspornodoido filiinho da mamãe contos eroticoscomi minha irma drogadacontos eroticos, dou cu pra meu filhoconto erotico fui comida pelo mendigo de fio dentalporno.com negao levanta a saia da gostosa casada enfia até o saco surpresa pra o corninhoseja perguntei a vida de sexo de travesti pornô com a nossa prima de vozcontos casada seduzida pelo caseiro picudoxvideos tarado secuesta vovo e a estupraMenina pede vigidade com cachorro conto eroticoComendo minha cumade galega magrinha safadinha encuato o cupade trabalhar xxxvidioscontos eroticos embreaguei minha mulher e comi outracontos eróticos eu novinha fui comiida por meu paiconto gay ele se revoltou e tomou todastrabalhadora chote curto pornocontos adoro cheirar as calsimhas uzadas e melecadas da minha sogranovinha menor engolimoxividio comendo mocinha tao novinha gue nen peito nao tinhatia gemendo peituda vizinhacontos de encoxadas em mulheres evangelicas nos transportes publicosconto viadinhoxivide cavalo gozando dentro demulesexo de encoxando na mae de vagarinhaConto erotico feirantexvideos mulher gpstosa por baixo da saia gg kkintiadinha so vestidinho limpondo casa pornomulher pelada revista da revisão mas bem bucetuda com quero ver a mãe bem peladona grandonaContos eroticos elacareca peladaMeu irmao quis gozar nos meus pezinhos contosporno mae gotosa madura sedente de amor ai pirocaoConto gay dominação- "lobinho"Xbideo maoseiver vidio padrasto da pica muito loga comendo a itiada virger o pau entrou de veis ela desmaiougarotas q nao aguentaram um pau grande e tentaram sai do paucontos eroticos de zóoflia com cavaloscorno veno namorada linda dano cu e jemenovonto gay engraxatecontos de podolatria scarpincontos deu o cu para o cachorraTia gostosa estava se trocando no quarto e aproveiteicontos eiroticos leilapornxvidei sonovirmulheres gostosa fazendo borquete contos eroticos adoro quando minha esposa si ezibi pra outro quase peladaxvideofudendo com toco da camao vídeo de um homem e uma mulher dançando pelada com botãozinho para minha boca sem travar para não escolher se eu quero ou não aquele é minha nota porfavor aquele pretopirnobuceta freirasxvidio consolo vinguemnovinho vendo o roludo pela janela e ficando louco